Por trás das máscaras, luvas, jalecos e equipamentos de proteção existe mais do que um profissional da saúde.

Existe um rosto, um sorriso, uma história que estão escondidos em virtude dos cuidados para conter o avanço de contaminação do Covid-19.

Em meio à pandemia criar estratégias de humanizar o atendimento dentro do hospital é essencial.

O crachá humanizado, além de identificar o profissional também o aproxima do paciente, tornando o momento de cuidado mais acolhedor, afetivo.

A afetividade no dia a dia do trabalho no hospital fortalece o vínculo com os pacientes, sua subjetividade e a valorização do que pensa e sente, contribuindo assim para o cuidado integral e humanizado.

Anúncio Patrocinado