SONY DSC

Dom Adimir Antonio Mazali presidiu reunião com os padres da Diocese de Erexim nesta terça-feira, 11 de agosto, dia de Santa Clara de Assis, no Seminário de Fátima. A reunião constava da agenda pastoral deste ano e foi realizada com os devidos cuidados de prevenção à Covid-19.

Partilha de vida e reflexão de Dom Adimir

Em caráter familiar, o Bispo testemunhou aos padres que vai se sentindo sempre mais ambientado na Diocese e relatou como o Arcebispo de Cascavel, Arquidiocese a que pertencia, no dia 30 de março, a pedido do Núncio Apostólico no Brasil, lhe comunicou, que o Papa o havia escolhido para Bispo de Erechim e que devia dar sua resposta. Como nunca dissera não à Igreja, deu o seu sim, aguardando em sigilo a publicação da nomeação no dia 15 de abril. Ressaltou que veio para caminhar junto com todos os membros da Diocese, observando que somos todos pessoas humanas. Lembrando Santo Agostinho, declarou: “para vós sou bispo, convosco sou irmão”.

Relatou também aspectos de sua vida familiar. Seus pais eram de São Paulo e se estabeleceram na região de Corbélia, PR, dedicando-se, primeiramente ao cultivo do café e depois do milho, trigo e outras culturas de subsistência. Seu irmão gêmeo sofre de distrofia muscular e é aposentado por invalidez. Sua mãe está com 79 anos. Seu pai faleceu em 21 de setembro de 2015, depois de 14 anos de enfermidade, o último deles, cego. Falou de seus estudos e de seu trabalho como padre em seminários e instituto de teologia e em paróquias.

Em seguida, Dom Adimir propôs alguns pontos de reflexão. Entre eles, a beleza do sacerdócio; a necessidade da santificação pelo próprio ministério, que se dá não tanto pelo que se faz, mas mais pelo que se vive; a centralidade do ministério na eucaristia, celebrada diariamente; a vida de oração centrada na Palavra e na Eucaristia; o zelo pastoral que vai da cuidadosa preparação das celebrações ao correto uso e administração dos bens da instituição em que se atua; o diálogo e a solidariedade fraternos; orientação espiritual e prática do sacramento da confissão.

Por fim, deu algumas indicações:
– empenho na divulgação dos subsídios de Natal do Regional Sul 3 da CNBB, especialmente da guirlanda que substitui as coletas previstas para o segundo semestre deste ano;
– valorização do dia semanal de descanso dos padres;
– participação e motivação para participar de cursos online do ITEPA;
– Projetos de construção e de reformas não serão aprovados por alguns meses.

Comunicações gerais
Na sequência da reunião, sob a coordenação do Coordenador de Pastoral e do Vigário Geral, respectivamente, Pe. Maicon Malacarne e Pe. Cleocir Bonetti, foram tratados os seguintes aspectos:
– Cuidados neste tempo de pandemia: missas, quando vigora a “bandeira vermelha”, participação máxima de 30 pessoas ou menos conforme determinação de cada município; em “bandeira laranja ou amarela”, participação de 30% do espaço de cada igreja; uso irrestrito de máscara, álcool em gel e observância do distanciamento; as capelinhas continuam sem circulação; bar e canchas de bocha permanecem fechados.

– Romaria de Fátima: Pe. André Lopes, pela equipe de liturgia, apresentou as seguintes informações: será mantida no segundo domingo de outubro, dia 11, com novena do dia 02 a 10, na qual haverá missa às 07h, com participação restrita e transmissão pelo Facebook e canal do Youtube do Santuário; procissão motorizada às 20h, com início em pontos diferentes da cidade, seguida de missa também com participação restrita e transmissão por rádios, Facebook e canal do Yotube do Santuário.
Tema da Romaria: Cuidar da vida e da saúde; lema: “Coragem, tua fé te salvou” (Mt 9,22).

Intenções: Para proclamarmos, com Maria, as maravilhas de Deus em nossa Diocese em seus 50 anos e para sermos sempre mais Igreja de comunhão e participação; Para vencermos, com o auxílio N. Sra. de Fátima, as consequências da pandemia Covid-19, com permanente cuidado com a vida e a saúde; Para que, com a graça divina e a nossa solidariedade, os doentes e idosos se sintam fortalecidos na esperança e os seus cuidadores e profissionais da saúde, revigorados no serviço a eles.

Enfoques de cada dia da novena: 1º) Romaria em tempo de pandemia e ano jubilar; 2º) Com Maria, cuidar da família; 3º) Com Maria, cuidar do trabalho e do meio-ambiente; 4º) Com Maria, cuidar da Igreja; 5º) Com Maria, cuidar da infância, adolescência e juventude; 6º) Com Maria, cuidar dos doentes, idosos, cuidadores e profissionais da saúde; 7º) Com Maria, cuidar da fé; 8º) Com Maria, cuidar da esperança; 9º) Com Maria, cuidar da caridade. No dia da Romaria: cuidar da vida e da saúde (o enfoque geral)

Pe. Valter Girelli informou ainda que nos dias da novena, o Santuário permanecerá aberto, com padres para confissões, aconselhamento e bênçãos, observando os protocolos sanitários. Será mantida a coleta das capelinhas para a Romaria. Na parte social, haverá venda de comestíveis para levar, dentro das normas da saúde e das restrições do tempo de pandemia.

– 85ª Romaria de Nossa Senhora da Salette: Pe. Renoir Dalpizol, Reitor do Santuário de Marcelino Ramos, comunicou que foi transferida, dos dias 25 e 26 de setembro para os dias 5 e 6 de dezembro. Será mantida celebração especial da aparição da Salette no dia 19 de setembro, dentro das condições possíveis na atual situação decorrente da pandemia. Segundo orientações do município, não poderão ser realizadas confissões e nem a procissão.

– Romaria a Nossa Senhora da Santa Cruz: Ela é realizada no dia 14 de setembro, festa da Exaltação da Santa Cruz. Pe. Alvise Follador, Pároco da Catedral, em cujo território está seu santuário, informou que ainda não está definido como será realizada. De qualquer forma, será com participação restrita e não haverá confissões.

– Novo Hinário da Diocese: Pe. Carlos Sala expôs o processo de organização de um novo livro de cantos da Diocese de Erexim, cujas partes seguirão o ano litúrgico, de forma que sua própria apresentação favoreça a formação litúrgica. Suas partes serão: Ciclo do Natal, Ciclo da Páscoa, Tempo Comum, Solenidades e Festas, Ordinário da Missa.

Anúncio Patrocinado