Em fato relevante destinado ao mercado financeiro, o Banrisul comunicou oficialmente nesta segunda-feira (17), depois do fechamento da bolsa, que pretende abrir um programa de desligamento voluntário.

Esse tipo de plano é preparado para momentos em que instituições ou empresas precisam reduzir o número de funcionários e costuma contar com algum tipo de incentivo ou vantagem para quem aceita sair.

No caso do Banrisul, as regras do programa ainda não estão definidas. Até agora, as poucas informações disponíveis estão na área de relações com investidores do banco (leia abaixo). Empresas com ações negociadas na bolsa, como o Banrisul, são obrigadas a informar esse tipo de movimento com antecedência.

No final do ano passado, o Banrisul havia informado que pretendia ter agências sem caixa em “futuro próximo”. A pandemia elevou drasticamente o uso de ferramentas digitais, que reduzem a exigência de funcionários.

Conforme o Sindibancários, que representa os trabalhadores do Banrisul, o banco estadual já vinha cogitando esse tipo de medida há algum tempo. E embora lembre que o sindicato não vê e nunca vai ver demissões como algo positivo, ressalta o o fato que, desta vez, o Banrisul está abrindo negociações, propondo diálogo. Segundo a entidade, em 2018 um  plano de aposentadoria voluntária foi aberto sem qualquer diálogo com o sindicato. Como os detalhes não foram apresentados, o Sindibancários afirma que não pode se posicionar, mas pondera considerar fundamental que o Banrisul também contrate mais funcionários e reponha esses que querem sair voluntariamente para não gerar mais déficit de funcionários nas agências.

PLANO DE DESLIGAMENTO VOLUNTÁRIO

O BANCO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL S.A. (“Banrisul”), em cumprimento ao disposto na Lei nº 6.404, de 15 de dezembro de 1976, conforme alterada, e a regulamentação da Comissão de Valores Mobiliários (“CVM”), em especial a Instrução CVM nº 358, de 3 de janeiro de 2002, considerando as tratativas relacionada à data base da categoria dos bancários, informa que iniciará negociação com as entidades sindicais, visando a implementação de um Acordo Coletivo de Trabalho contemplando plano de desligamento de empregados, denominado Plano de Desligamento Voluntário (“PDV”). Caso aprovado e firmado o acordo, as etapas seguintes necessárias para sua implementação serão adotadas pelo Banrisul.

O Banrisul manterá seus acionistas e o mercado informados sobre quaisquer novos fatos atinentes à matéria em questão.

Anúncio Patrocinado