O presidente Jair Bolsonaro e o novo ministro da Saúde, Nelson Teich, durante pronunciamento no Palácio do Planalto

Um grande pacote de medidas nas áreas social e econômica deve ser lançado pelo presidente Jair Bolsonaro lança na próxima terça-feira (25). Em um só dia, o governo deve lançar o chamado Renda Brasil, medidas para geração de empregos, novos marcos legais e ações para corte de gastos, no que vem sendo chamado pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, como o “Big bang day”. As informações são do jornal O Globo.

Entre os objetivos do governo com as medidas estão uma tentativa de reativar a economia, pavimentar o caminho para as eleições de 2022 e construir uma marca própria da atual gestão. As ações estarão sob o guarda-chuva do programa batizado pelo governo de Pró-Brasil.

O novo programa social do governo, o Renda Brasil, deve aumentar o número de beneficiários de 14 milhões de famílias – número do Bolsa Família – para mais de 20 milhões, além de aumentar o valor pago aos beneficiários. Com isso, o governo deve extinguir programas como o Abono Salarial, o Salário-Família e o Seguro Defeso (pago a pescadores durante o período em que a pesca é proibida). A despesa anual do novo programa deve ser superior a R$ 50 bilhões, R$ 20 bilhões a mais do que o Bolsa Família.

O governo também deve anunciar a desoneração da folha de pagamentos das empresas para a faixa salarial de até um salário mínimo (hoje em R$ 1.045), conforme o jornal O Globo. A equipe econômica pretende ainda lançar, no mesmo dia, um novo imposto, nos moldes da antiga CPMF, mas encontra resistências da área política do governo para incluir a medida do pacote.

Anúncio Patrocinado