Com o Grêmio em 14° lugar no Campeonato Brasileiro, e com um início de competição que preocupa o torcedor, a direção trabalha para reforçar o grupo. O objetivo é trazer ainda quatro jogadores, até porque na semana que vem a Libertadores será retomada. E em outubro, tem Copa do Brasil.

A lista de reforços começa com o lateral-esquerdo Diogo Barbosa. Esta é uma negociação longa. Em julho, a coluna trouxe a informação do interesse do Grêmio. Após dificuldades sobre o modelo de negócio, a situação finalmente está perto de ter um desfecho positivo.

A direção também busca um volante. Wellington Martins, do Athletico-PR, foi tentado, pois a comissão técnica sabe que Maicon não estará disponível em todas as partidas.

Mas a busca por um centroavante é a prioridade. Luiz Adriano era considerado o nome ideal, só que as condições financeiras impediram qualquer possibilidade de acordo. O Grêmio tentou Gilberto, do Bahia, e Cléber, do Ceará, mas também não houve acerto. Stuani, do Girona-ESP, pediu um salário alto, mas segue sendo monitorado. Neste caso, seria uma contratação para outubro, por causa da janela de transferências. Existe um outro nome no mercado brasileiro que tem negociação em andamento.

Além disso, a rescisão de contrato com Thiago Neves expõe uma outra carência, que é necessidade de mais um articulador. Jean Pyerre é o titular. Isaque e Robinho podem ser alternativas para o setor. Como a saída de Thiago foi recente, a situação é avaliada para ver se existe a possibilidade de encontrar um jogador disponível para a função.

Anúncio Patrocinado