A primavera de 2020 se inicia às 10h31min de 22 de setembro, e a nova estação poderá trazer extremos nas temperaturas em um único dia e nos acumulados de chuva sobre o Rio Grande do Sul. Isso porque está em formação o fenômeno La Niña, que causa o resfriamento das águas do Oceano Pacífico equatorial.

Nos próximos meses, o fenômeno influenciará diretamente na ocorrência de menos chuva na região Sul do Brasil ao provocar uma mudança na dinâmica dos ventos e, consequentemente, no transporte de umidade. Segundo a meteorologista Cátia Valente, da Somar Meteorologia, o sinal estará amarelo para a estiagem no Estado por conta das chuvas abaixo da média. Pela atual conjuntura, explica Cátia, a Metade Sul e o Oeste gaúcho, por já estarem com menos chuva, deverão ser as regiões mais afetadas.

Anúncio Patrocinado