O candidato democrata Joe Biden disse que não vai declarar sua vitória neste momento, mas que acredita que será vencedor quando a apuração acabar. Ele destacou que está na frente nas parciais do estado de Michigan e que também está confiante em relação ao estado da Pensilvânia.

“Não estou aqui para declarar a minha vitória, mas quero dizer que, quando a contagem acabar, nós seremos vencedores”, disse Biden. A afirmação foi feita em um pronunciamento à imprensa que começou pouco depois das 18h (horário de Brasília), após o anúncio de vitória no estado de Wisconsin.

“Aqui é o povo é quem manda, o poder não pode lhe ser retirado, ele vem do povo. Somente o povo pode decidir quem será o presidente”, afirmou. “Nós, o povo, não seremos silenciados, não seremos provocados, não vamos nos render. Estou confiante de que seremos vitoriosos. E será uma vitória da democracia.”

As projeções confirmam vitória do candidato democrata Joe Biden em Wisconsin, considerado um dos estados cruciais para definir as eleições. O estado tem 10 votos eleitorais em jogo que, segundo dados da AP, já estão garantidos para Biden. Às 16h20 o percentual do democrata era de 49,57% dos votos, contra 48,95% para Donald Trump.

Para garantir a vitória, um candidato precisa obter pelo menos 270 dos 538 dos votos dos delegados que compõem o Colégio Eleitoral. Com a vitória em Wisconsin, Biden chega a 248 delegados. Faltam os resultados de seis estados, dos quais três serão decisivos para definir quem vai ocupar a Casa Branca pelos próximos quatro anos: Pensilvânia, Michigan e Geórgia.

O diretor de campanha de Trump, Bill Stepien, informou que o republicano irá pedir recontagem dos votos no estado de Wisconsin “imediatamente”.

Anúncio Patrocinado