O prefeito de Mariano Moro, Irineu Fantin, decretou nesta quarta-feira(02) situação de emergência no município em decorrência da estiagem que assola toda a região norte do Rio Grande do Sul, com chuvas  muito abaixo da média história.

O levantamento realizado pela EMATER aponta para um prejuízo de aproximadamente de  R$ 10.927.528. As perdas são refletidas principalmente nas seguintes atividades: milho 70%, leite 40%, citricultura 25% e  milho silagem 75%.

A estiagem prolongada também está ocasionando diminuição considerável na capacidade de abastecimento das redes hídricas nas áreas urbana e rural com a escassez de água nos poços, açudes e sangas, prejudicando o abastecimento  humano e animal.

Anúncio Patrocinado