O Comitê Regional de Atenção ao Coronavírus reuniu-se, na manhã desta terça-feira (12), para traçar novas ações coletivas de orientação, recomendação e prevenção, face à pandemia da Covid-19.

Ações recomendadas:
1. Explana sobre a reunião extraordinária, realizada na segunda-feira (11), para emissão do “Parecer Orientador”, que recomendou a adoção da cogestão para o período de 00h do dia 12/11 até às 24h do dia 18/01.

2. Explana sobre a deliberação do Sistema de Distanciamento Controlado do RS, que na última sexta-feira (08) indicou Bandeira VERMELHA para a Região 16, com média ponderada de 1,59, o que significa, pelo modelo, “alto risco”.

3. Coloca, com relação ao mapa do Estado/Covid, que, das 21 regiões, 19 foram classificadas em bandeira vermelha e duas em bandeira laranja.

4. Destaca que a média ponderada da Região 16 ficou na ordem de 1,59, melhor classificada que os municípios da macrorregião, como Passo Fundo, com média de 1,94, e Palmeira das Missões, com média de 1,71.

5. Com relação ao Boletim Regional, apresenta que a R16 está com 200 casos ativos e Taxa de Recuperação de 97,25%, com 134 óbitos.

6. Apresenta que, dos 34 municípios da R16, 27 já apresentam óbitos em seus indicadores (79,41%), e apenas sete ainda não tem registro de óbitos.

7. Com relação ao indicador “Município versus Casos Ativos”, a situação da região é a seguinte: 08 municípios (23,52%) sem nenhum caso ativo, 09 municípios (26,47%) com 01 a 03 casos ativos, 14 (41.17%) municípios com 04 a 10 casos ativos e 03 (8,82%) municípios com mais de 10 casos ativos.

8. As taxas de ocupação dos leitos das alas Covid (FHSTE e HCE) sofreram sensível melhora, ficando no seguinte patamar: leitos de UTI com ocupação de 34,78% e leitos clínicos com 10,63%.

9. Os membros relatam que já estão percebendo um aumento na procura por testagem, o que deve repercutir no número de casos ativos. Portanto, é extremamente importante monitorar a evolução dos gráficos dos próximos meses, tendo em vista os feriados e férias.

10. Ressalta que essa foi a centésima (100ª) avaliação regional, com produção do “Mapa Regional”, o que demonstra que a epidemia tem sido monitorada de forma permanente.

11. Com relação aos procedimentos eletivos da Fundação Hospitalar Santa Terezinha de Erechim – FHSTE (central de especialidades e cirurgias eletivas), ficou decidido que a proposta será avaliada na próxima reunião, considerando que a FHSTE não pode participar da reunião do Colegiado, em virtude de outras agendas. A intenção, como em situações anteriores, é estabelecer um fluxo regional com os devidos protocolos sanitários e condições da FHSTE de atender a demanda.

12. Informa que parte da produção do álcool etílico 70% já foi entregue e que está no aguardo da segunda remessa para distribuição às secretarias de saúde.

13. Manifesta que todas as campanhas de prevenção (televisão, rádios, jornais e redes sociais) continuam vigentes, no sentido de sensibilizar e conscientizar a população sobre o cenário preocupante, em especial a última ação que foi lançada em parceria do comitê regional com hospitais locais e regionais e Associação Médica.

14. Informa que existem cartazes disponíveis dessa iniciativa “Não faça parte dos números! Não espalhe o vírus, evite aglomerações! COVID MATA!” junto à Associação de Municípios do Alto Uruguai (AMAU) à disposição de todos os municípios para serem afixados nas unidades de saúde e outros locais, visando massificar a iniciativa.

15. Informa que vem acompanhando a evolução do processo com relação a imunização e insumos, tanto por parte do Ministério da Saúde quanto Secretaria Estadual da Saúde, para que a ação ocorra na região o mais rápido possível.

16. Mantém a orientação para que a população adote com o máximo rigor as ações de prevenção, como higienização correta das mãos com água e sabão, utilização de álcool gel, não compartilhar talheres, copos e toalhas, ao tossir ou espirrar, cobrir o nariz com lenço ou espirar no braço, evitar levar as mãos não higienizadas à boca, nariz e olhos, utilização de máscara de proteção individual, entre outras, conforme orientações do Ministério da Saúde e das autoridades de saúde.

17. Mantém a orientação da utilização da máscara de proteção individual e de evitar a aglomeração de pessoas, prevalecendo a medida preconizada do “Distanciamento Social” (1,5 a 2,0 metros entre as pessoas).

18. Reitera a posição da “Restrição Social” para idosos e portadores de doenças pré-estabelecidas, que se enquadram no grupo de risco e que, segundo as estatísticas, poderão ter um agravamento do quadro clínico.

19.Composição do Comitê Regional:
➢ AMAU
➢ Presidente do COSEMS da R16
➢ Secretaria de Saúde de Entre Rios do Sul
➢ Secretaria de Saúde de Ipiranga do Sul
➢ Secretaria de Saúde de Erval Grande
➢ Secretaria de Saúde de Severiano de Almeida
➢ FHSTE
➢ HCE
➢ Unimed Hospital
➢ Centro Hospitalar Santa Mônica
➢ HOSPINORTE
➢ 11ª CRS
➢ 13º BPM
➢ Força Voluntária
➢ Corpo de Bombeiros

O Comitê Regional de Atenção ao Coronavírus ressalta que muitas medidas se fazem necessárias no sentido de minimizar a contaminação e tem adotado as ações seguindo diretrizes técnicas do Ministério da Saúde.

O momento exige medidas enérgicas em virtude dos acontecimentos vivenciados em outros países e nos grandes centros, que aos poucos vem se alastrando para outras localidades.

Precisamos, num esforço conjunto e com o aval da população, achatar a curva epidemiológica da contaminação, para que possamos ofertar uma assistência adequada à população.

Anúncio Patrocinado