Com o propósito de fortalecer a economia do Norte gaúcho, integrando as regiões Alto Uruguai, Produção, Celeiro e Nordeste, lideranças políticas e empresariais se reuniram nesta sexta-feira (12) em Campinas do Sul para reivindicar a viabilização da construção da ponte da RS 211, sobre o lago da barragem do Rio Passo Fundo – que já tem R$ 9 milhões em verbas federais empenhadas -, e o asfaltamento das rodovias RS 211 e RS 483, o que demandará a busca pelos recursos necessários junto ao poder central e, também, estadual.

No total, tanto a ponte quanto o asfaltamento devem beneficiar de forma direta ou indireta cerca de 100 municípios, numa população estimada de 1 milhão de habitantes.

Representando a AMAU, o presidente Paulo Polis saudou a iniciativa e garantiu apoio da entidade à construção das soluções necessárias. “A reintegração do Norte do Estado é vital para o desenvolvimento de nossos municípios. Vamos começar com a ponte, batalha antiga e que agora deve sair do papel devido ao empenho de muitos, e seguiremos com a luta pelo asfaltamento dos 69 km de rodovias que aproximam nossas comunidades, gerando riqueza e oportunidades. Nessa linha, é fundamental que a iniciativa privada participe do processo, pois com essa junção de forças ficamos mais próximos de alcançarmos o resultado que todos esperam”, pontuou em sua manifestação Paulo Polis – que, embora esteja no 3º mandato como prefeito de Erechim, é natural de Campinas do Sul.

Já o prefeito de Campinas do Sul, Paulo Battisti, detalhou os passos dados pelo município, e os desafios legais e burocráticos que seguem de pé, para garantir a execução da ponte. “Desde o início de nosso mandato, em janeiro deste ano, estamos trabalhando para fazermos com que o projeto da ponte da ERS 211 seja finalizado em tempo hábil”, destacou o prefeito.

Participaram do ato, ainda, o deputado federal Dionilso Marcon; os deputados estaduais Paparico Bacchi e Gilberto Capoani, o 2º-vice-presidente da AMAU e prefeito de Jacutinga, Beto Bordin, o prefeito de Ronda Alta, Marcos Beux, além dos prefeitos de Barão de Cotegipe, Vladimir Luiz Farina; Erval Grande, Suzinei Schneider; Estação, Geverson Zimmermann; Itatiba do Sul, Valdemar Cibulski; Marcelino Ramos, Vannei Mafissoni; Ponte Preta; Josiel Griseli; Quatro Irmãos, Giovan Poganski; Severiano de Almeida, Milto Vendruscolo; vice-prefeitos, vereadores, secretários municipais, dirigentes de entidades de classe, diretores de cooperativas e representantes de deputados e senadores.

Saiba mais
O movimento desta sexta-feira, denominado ‘Reintegração do Norte Gaúcho’, foi idealizado por um grupo de lideranças regionais, sob coordenação de Leonir Bortulini.

Anúncio Patrocinado