Após um ano de investigação, policiais civis de Eldorado do Sul prenderam um homem especializado em montar e operar drones e aeromodelos, que ensinava e dava instruções para integrantes de uma quadrilha que abastecia lideranças criminosas em presídios. A ação foi realizada na residência do instrutor na cidade de Portão. No local, foram apreendidos controles remotos, motores, fios e peças de aeromodelos e drones.

A investigação apurou que a quadrilha se encontrava mensalmente com o instrutor e utilizava os drones para atirar armas, drogas e telefones celulares para dentro de casas prisionais, em várias regiões do Rio Grande do Sul, com o fim de abastecer diferentes facções criminosas.

O delegado Guilherme Dill, que coordenou a ação, destaca que “a especialidade técnica do indivíduo chamou a atenção da polícia, uma vez que são raros os cidadãos que possuem essa qualificação e aceitam auxiliar criminosos”. Dill informou que a investigação vai prosseguir para apurar se há envolvimento de mais pessoas especializadas nesses equipamentos.

O diretor da 2ª Delegacia de Polícia Regional Metropolitana, delegado Mario Souza, ressalta que “o homem tornou-se uma espécie de referência, era o “professor” de criminosos para utilizar drones, além de ter realizado algo incomum, que era dar as instruções para facções diferentes.” O detido foi encaminhado ao sistema prisional.

Anúncio Patrocinado