Por que doar?
Após o nascimento de seu (sua) filho (a), a placenta e o sangue do cordão umbilical são descartados como é de rotina. O sangue que resta neste material é extremamente rico em células jovens, imaturas que possuem a capacidade de dar origem a todas as células do sangue. Estas células são chamadas de células precursoras da linhagem hematopoiética.

Existem muitas doenças graves que durante o seu tratamento necessitam do transplante deste tipo de célula. Durante vários anos a única fonte das células precursoras era a medula óssea. Porém, para que o transplante de medula possa ter sucesso, é necessário que ela seja o mais compatível possível com o paciente e achar um doador assim é muito difícil mesmo na própria família.

O sangue de cordão se tornou nos últimos anos importante fonte de obtenção destas células. É um material facilmente obtido e manipulável. Devido à imaturidade destas células, não necessitam ser totalmente compatíveis com o paciente como no caso da medula óssea, sendo baixa a possibilidade de rejeição. Portanto um material que seria jogado fora se tornou importante, e em alguns casos, a única chance de transplante de alguns doentes.

Então você pode ajudar alguém a viver doando o sangue de cordão umbilical do seu (sua) filho (a) que irá nascer.

Anúncio Patrocinado