Ao contrário de muitos cânceres de adultos, não existem fatores de risco relacionados ao estilo de vida conhecidos que possam influenciar e aumentar o risco de uma criança de contrair câncer. Poucos fatores ambientais, como exposição às radiações, têm sido associados ao desenvolvimento de câncer infantil. Mesmo assim, em muitos casos, a exposição às radiações pode ser inevitável, como quando a criança necessita de radioterapia para o tratamento de outro tipo de câncer. Se o seu filho for diagnosticado com câncer, é importante saber que é extremamente improvável de existir qualquer coisa que você ou seu filho poderia ter feito para evitá-lo.

Muito raramente, as crianças podem herdar alterações nos genes que as tornam propensas a desenvolver um câncer. Nesses casos, os médicos podem indicar uma cirurgia preventiva, ou às vezes, a retirada do órgão antes do desenvolvimento da doença. Mas, essa é uma situação muito rara e que deve ser discutida de forma individual pesando as vantagens e desvantagens de quaisquer procedimentos a serem adotados.

Anúncio Patrocinado