Foto: Andrea Maenmel, Andrea Schnartedorff / RKI Robert Koch Institute / AFP / CP

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, anunciou neste sábado que seis pacientes com suspeita de varíola do macaco estão sendo monitorados no país. O número subiu após dois novos casos, notificados por Rondônia, entrarem no radar da pasta. 

 

No RS, um paciente que veio de Portugal – segundo país com maior número de casos confirmados – apresentou sintomas característicos de varíola do macaco e está isolado em casa desde 23 de maio.

O Mato Grosso do Sul informou nesta semana que monitora o caso de um adolesente de 16 anos que apresentou lesões avermelhadas na pele e febre, acompanhadas de ínguas na região cervical, nas axilas e virilha. O jovem esteve em Santa Cruz de la Sierra, na Bolívia, antes de apresentar os sintomas.

Santa Catarina também apura o caso de uma mulher que apresentou febre de início súbito, cansaço e erupções cutâneas agudas no corpo.

Anúncio Patrocinado
FONTECorreio do Povo
Artigo anteriorFrente quente trará chuva forte e possíveis temporais no RS
Próximo artigoIncêndio atinge propriedade no interior de Aratiba