No dia 28 de maio de 1983, portanto há 39 anos, Dom João Aloysio Hoffmann, primeiro Bispo da Diocese de Erexim, ordenou Neodir Roque Bagatini Diácono Permanente na sede paroquial N. Sra. Medianeira da Barra do Rio Azul. Neste sábado, 30, Dom Adimir Antonio Mazali, quarto Bispo da Diocese, ordenou o segundo Diácono Permanente daquela comunidade, o ministro Leitor e Acólito, Ciro João Vizzotto, em missa concelebrada por 6 padres, entre eles o Pároco local, Carlos Pontel, com a participação de 8 Diáconos, diversos ministros, familiares e amigos do ordenando e membros da comunidade e de outras. Pe. Lucas André Stein foi o cerimoniário.

No rito da ordenação, após a proclamação do evangelho, o Pároco pediu ao Bispo a ordenação diaconal de Ciro. O Bispo interrogou o ordenando a respeito de suas disposições para tal e pronunciou a homilia, seguida da ladainha de todos os santos, a imposição das mãos e a oração de ordenação, a entrega da estola e da dalmática (vestes diaconais) e do Evangeliário. Ele os padres deram-lhe o abraço de acolhida no minitéro ordenado. Dom Adimir conduziu o novo diácono para junto do altar.

A homilia de Dom Adimir

O Bispo iniciou a homilia agradecendo ao ordenando por seu sim, à espoa e filhos por seu apoio a ele. Destacou que era a oitava ordenação de Diácono Permanente desde o mês de abril passado, enfatizando serem necessários muitos outros bem como mais presbíteros. A Diocese está no limite no número de padres e é necessário intensificar a oração pelas vocações. O Bispo fez síntese das leituras e do evangelho. A primeira leitura, de Isaías, um cântico pelos grandes feitos do Senhor, pelo que, se deve louvá-lo e colocar-se a seu serviço e do seu povo. O Evangelho, Jesus pede união dos seus seguidores com Ele na comunidade de fé. Enfatizou palavras de Cristo: “O que vos mando é que vos ameis. Não há maior amor do que dar a vida pelos amigos”. Frase que Ciro escolheu para seu lema. Este amor se concretiza na prática do bem, da justiça. A partir da segunda leitura, dos Atos dos Apóstolos, a instituição dos primeiros 7 primeiros diáconos, Dom Adimir falou do contexto e da finalidade para a qual foram ordenados pelos apóstolos. Ressaltou os compromissos do Diácono e relacionaou suas atribuições – auxiliar o bispo e os presbíteros na celebração litúrgica; proclamar o Evangelho; instruir na sagrada doutrina da Igreja; presidir as orações; levar a comunhão aos enfermos; celebrar as exéquias; batizar; abençoar matrimônios; exercer o serviço da caridade.

Manifestações no final da celebração

– Pe. Carlos Pontel, Pároco: A paróquia está em festa. Manifestou gratidão ao novo diácono e à esposa pelos serviços que já vinha prestando na comunidade. Agradeceu a força e o encorajamento de Deus Adimir aos padres e diáconos.

– Marcelo Arruda, Prefeito Municipal: A comunidade está feliz por ter novo Diácono. Ele tem missão nobre na Igreja de Cristo. Enalteceu a presença e a ação do Bispo na Diocese. Expressou efusivos cumprimentos ao novo Diácono.

– Leocir Chies, ministro: Destacou o lema do novo Diácono. Exortou a todos a não esquecer que nada nesta vida é por acaso. Desejou que nesta nova etapa de Ciro Vizzotto tenha sempre a luz e a força do Espírito de Deus.

– Marcelo Juarez Vizzotto, filho: Desejou que Deus conceda ao pai a graça necessária nesta nova etapa e esteja em tudo o que realizar. Assegurou ser um privilégio ele e os irmãos serem seus filhos.

– Novo Diácono Ciro: Externou agradecimentos a Deus pela vida e vocação, aos padres, às autoridades, aos visitantes, à família pelo apoio e incentivo, aos padres que atuaram na Paróquia. Manifestou compromisso de agir da melhor forma possível para viver seu lema e ser bom servidor do Reino de Deus.

Anúncio Patrocinado
VIAJornalismo - Rádio Aratiba
FONTEAssecom
Artigo anteriorAratiba coroa rainha e princesas da terceira idade
Próximo artigoPonte da divisa entre SC/RS continua com problemas e causando transtornos aos motoristas