Ação de limpeza no lago resulta na coleta de 700 kg de resíduos

126

No último sábado (23), cerca de 70 voluntários participaram de uma atividade de sensibilização sobre o descarte irregular de materiais recicláveis e a problemática causada quando esses resíduos se acumulam no entorno do Rio Uruguai. Os participantes entenderam na prática como o descarte ao longo do Rio dos Queimados, no perímetro urbano de Concórdia, chega até a área do Parque Estadual Fritz Plaumann e se acumula nas margens da ilha, localizada na foz entre o Rio dos Queimados com o Rio Uruguai.

A ação fez parte da programação da VIII Semana da Água do Alto Uruguai Catarinense. De acordo com o Rafael Leão, gestor da ECOPEF, entidade co-gestora do Parque, a atividade resultou em 700 kg de materiais recolhidos em cerca de três horas de atividades. “É uma ação mais simbólica de sensibilização do que para resolver o problema do lixo, mas, indiretamente, esperamos que no futuro tenha um resultado significativo de resolver parte do problema de descarte incorreto. Esse lixo é todo nosso, vem de Concórdia, entendemos que nossa missão é agora levar a diante essa mensagem”, destaca.

O Centro de Divulgação Ambiental (CDA) do Consórcio Itá participou da atividade, realizando o transporte, por meio de embarcação, do material coletado na ilha até o ponto de apoio, na comunidade de Linha Laudelino. Na avaliação do educador ambiental, Jusselei Edson Perin, o material coletado, em sua grande maioria, são embalagens que poderiam ser reaproveitadas se fosse dado o destino correto às mesmas. “Quem foi lá, viu que tem ainda muito material para ser coletado, quem sabe juntos, possamos fazer mais ações como esta. Precisamos nos mobilizar!”, considera. A área de atividade faz parte dos 141 km de extensão do reservatório da Usina Hidrelétrica Itá.

A coordenadora do Parque, Vilmarice Soligo da Silva, em nome do Instituto do Meio Ambiente, enfatizou que a comunidade precisa saber deste problema que ocorre na Unidade de Conservação. “Se cada um de nós conseguir repassar a experiência que vivemos aqui, acredito que a gente vai ter uma melhora muito grande”. Vilmarice aproveitou também para fazer um convite para a comunidade visitar o Parque e conhecer suas atividades de cunho ambiental. “Temos aqui o lado bonito da natureza, as belezas do lago e do Parque, que estão aí, para serem aproveitadas da melhor forma possível”, declara ela.

Além do CDA e da equipe do Parque Estadual Fritz Plaumann, a atividade contou também com o apoio de voluntários da Universidade do Contestado, membros do Sicoob Transcredi, Leo Clube Ômega Concórdia, Celesc, Fumdema, Bombeiros Voluntários, Polícia Ambiental e Compre Tudo Supermercado.