Alimentos para o sangue

669

A maior parte do ferro que é ingerido com os alimentos se encontra em forma de sais ferrosos (ferro não hem) e procede das frutas, cereais, hortaliças e ovos. No entanto, essa forma química de ferro é relativamente mal absorvida no intestino. O ferro da carne e do peixe, chamado ferro hem, é melhor absorvido.

Numerosos experimentos comprovaram que a vitamina C, especialmente na forma de suco de limão, pode duplicar e até triplicar a absorção de ferro não hem no intestino. Dessa forma, chega-se até a compensar o efeito negativo que o fitato (componente do farelo) ou dos polifenóis (taninos) exercem sobre a absorção do ferro.

A maior parte dos casos de anemia é causada por falta de ferro, necessário juntamente com o ácido fólico e a vitamina B12 para que o organismo produza hemácias (glóbulos vermelhos). Portanto, o uso de limão acompanhando os vegetais ricos em ferro, tais como os legumes (feijões, lentilhas, soja e derivados), certas verduras (espinafres, alho-poró) ou cereais (trigo, arroz), aumenta consideravelmente o aproveitamento desse importante mineral.

Atualmente, recomenda-se que toda refeição contenha pelo menos 25 mg de vitamina C, por seu efeito favorável sobre a absorção de ferro. O suco de meio limão fornece essa quantidade de vitamina C.

A carne não é imprescindível para a formação do sangue. Com alimentos de origem vegetal se pode obter sangue de melhor qualidade do que com os de origem animal.