Anvisa barra distribuição e venda de lotes de queijo fabricados no Norte gaúcho

335

Uma portaria da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) proibiu, ainda na virada de ano, a distribuição e a venda de três lotes de queijo da marca Friolack, cuja sede fica em Chapada, no Norte do Estado do RS. Laudos apontaram a contaminação do produto pela bactéria Listeria monocytogenes, capaz de provocar listeriose e infecções no sistema nervoso central.

O lote 290 do Queijo Prato Lanche – Fatiado e Interfolhado, o lote 303 do Queijo Mussarela Fatiado e o lote 312 do Queijo Coalho passaram pela proibição da Agência. A tabela abaixo detalha as datas de fabricação e validade de cada um deles.

Ainda conforme a Anvisa, a Friolack Ltda. prometeu recolher os lotes irregulares ainda existentes no mercado. Em nota, a empresa garante que a qualidade e a uniformidade dos produtos que fabrica “seguem severamente os requisitos regulamentares pelo MAPA (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento) e em conformidade com a legislação vigente”.

A Friolack também sustenta não ter recebido reclamações de consumidores sobre os lotes com venda proibida, e que os laudos produzidos pelo laboratório da empresa e pelo Unianálises, da Univates, também contratado para elaborar uma contraprova, não apontaram a presença da bactéria no queijo barrado pela Anvisa.

A fabricante reitera, no comunicado, que o consumo do produto não oferece riscos para a saúde e garante que o caso se trata de um “equívoco” a ser esclarecido.