Asma: Saiba mais sobre a doença que atinge cerca de seis milhões de pessoas no Brasil

697

A asma é uma doença crônica que inflama as vias aéreas e dificulta a passagem do ar para os pulmões. Com isso, a pessoa que sofre do problema passa a ter dificuldades para respirar. As crises podem ser provocadas pela fumaça de cigarro, ácaros, pêlos de cães e gatos, mofo, aquecedores e fogões a gás e odores fortes de perfumes, produtos de limpeza e tinturas. Os sintomas mais frequentes são a falta de ar, tosse seca, chiado e aperto no peito. A diretora do Departamento de Vigilância de Doenças e Agravos Não Transmissíveis do Ministério da Saúde, Deborah Malta, explica o que as pessoas precisam fazer para evitar as crises de asma. “Então, é muito importante que a família verifique tapetes, cortinas, colchas que ficam sobre a cama durante muitos meses e anos, então isso sempre tem que ser higienizado, sempre lavado para que possa ter a menor proporção de alérgenos possível. Em crianças é muito comum também o uso de roupas de lã e isso deve ser evitado. As vezes tem também animais de estimação, como cachorros e gatos que soltam pelos e são partículas pequenas que podem desencadear muito esse tipo de crise.”

As pessoas que vivem com asma têm acesso gratuito ao medicamento oferecido pelo programa Farmácia Popular. Para retirar os remédios, basta apresentar um documento de identidade com foto, CPF e receita médica dentro do prazo de validade, que são 120 dias. A receita pode ser emitida tanto por um profissional do SUS quanto por um médico que atende em hospitais ou clínicas privadas. Para saber mais sobre tratamento de asma oferecido pelo SUS acesse a página do Ministério da Saúde. O endereço é www.saude.gov.br