Barra do Rio Azul vai investir neste ano R$ 350 mil na atividade leiteira

118

Com a preocupação de manter e ampliar as propriedades rurais do Município, principalmente as com atividade leiteira, oferecendo condições para que isso aconteça, a Administração Municipal de Barra do Rio Azul e a Emater/RS-Ascar realizaram, na última sexta-feira (11), a primeira reunião com os inscritos no Programa Municipal de Bovinocultura de Leite.

Em 2018, o referido programa vai beneficiar 41 produtores e serão destinados R$ 350 mil dos cofres do Município.

Na oportunidade, o prefeito Marcelo Arruda falou da importância do projeto. “O programa foi lançado no mês de março durante a 6ª Expobarra. É um programa inédito no Município e também no Rio Grande do Sul, com o objetivo de incentivar os agricultores na construção da sala de ordenha. Através destes incentivos, queremos dar mais qualidade de vida, produtividade e agilidade na atividade. Este ano, temos este primeiro grupo de produtores e vamos continuar no ano que vem ajudando para que o agricultor permaneça no meio rural e aumente a sua produção e a receita mensal, com a introdução de novas tecnologias, que irão melhorar a qualidade do leite e a produtividade e diminuir o esforço humano”, afirmou Arruda.

O valor do incentivo por propriedade depende da quantidade de matrizes em lactação: até 12 matrizes em lactação, auxilio de R$ 3,5 mil; de 12 a 25 matrizes em lactação, auxilio de R$ 6 mil; e acima de 25 matrizes em lactação, R$ 14 mil.

Estiveram presentes na reunião o prefeito Marcelo Arruda, chefe do escritório municipal da Emater/RS-Ascar, Jair Zorzanelo, secretário municipal da Agricultura, Benildo Trentin, vereadores e os produtores.