Cabelos ruivos e vermelhos: como aderir ao look e cuidar lindamente dos fios

1018
WOODSTOCK, ENGLAND - MAY 31: Emma Roberts arrives for the Christian Dior showcase of its spring summer 2017 Cruise collection at Blenheim Palace on May 31, 2016 in Woodstock, England. (Photo by Stuart C. Wilson/Getty Images)

Apenas 2% da população mundial tem cabelos avermelhados, pele clarinha e sardinhas em todo o corpo. Sim, estamos falando dos ruivos naturais! Se você faz parte do time daquelas que ama a cor e já se perguntou se ficaria bem ruiva – mesmo que artificialmente -, saiba que está no lugar certo. Fomos atrás de dicas para quem deseja ter o tom vermelho nos fios e, também, pra você que já pintou e quer saber como cuidar das lindas madeixas.

Mas, antes das dicas…
É preciso saber que, talvez, você não vá ficar ruivíssima na primeira visita ao cabeleireiro. Cada pessoa tem um tipo de fio de cabelo e uma cor natural, o que pode tornar mais fácil ou mais difícil chegar no tom ideal de ruivo. É sempre bom lembrar que tingir os fios é um processo que leva tempo e que pode demandar várias horas na cadeira do seu hairstylist.

Com isso em mente, vamos adiante!

Antes de pintar os fios você precisa de…

1. Uma conversa com o cabeleireiro
O recomendado é marcar uma visita naquele profissional que já é da confiança. Afinal, ele entende do que está fazendo e pode dar várias dicas – até mesmo sugerir algo que você não tinha conhecimento. Quer um exemplo? Às vezes, aquele ruivo acobreado pode ficar lindo na sua amiga, mas não em você, que tem um cabelo mais escuro que o dela. Nesse caso, o expert pode sugerir outra cor que tenha tudo a ver o seu perfil!

Importante: é o papel dele explicar como vai ser o processo de descoloração (se for necessário) e tingimento dos seus novos fios. Além disso, se for uma pessoa que já cuida do seu cabelo há muito tempo, ele deve conhecer a sua personalidade e pode recomendar o ruivo que combina mais com o seu estilo, deixando você mais segura para a transição de cores.

2. Muita coragem
A gente sabe que tomar a decisão de pintar os cabelos de vermelho não é algo muito simples porque, afinal, pode ser uma mudança mais radical conforme for a cor natural dos fios. Antes de passar os descolorantes, tonalizantes e tudo mais nos fios, tome aquela dose de coragem e siga em frente. Lembre-se que se você não gostar, os cabelos crescem e as tintas vão embora pelo ralo.

3. Inspiração
Na vida, naturalmente, a gente precisa de inspiração. Em se tratando de mudar a cor dos fios, isso é mais importante ainda. Nesse caso, busque fotos de pessoas que tenham o seu tom de ruivo desejado e guarde em uma pastinha ou no celular. Não necessariamente será um processo rápido – tem dias que você vai estar afim de procurar por lindos fios avermelhados, em outros você vai querer distância. Isso é normal, não é todo dia que você acorda inspirada.