Candidatos a deputado na região declaram bens entre R$ 20 mil e R$ 6,4 milhões

294

Está disponível no site do Tribunal Superior Eleitoral o detalhamentos dos bens declarados pelos candidatos nas eleições de outubro. A declaração de bens é uma exigência da Justiça Eleitoral.

Entre os candidatos a deputado federal o total de bens declarados tem a maior variação indo de R$ 20 mil a R$ 6,4 milhões. A candidata do PC do B a deputada federal, vereadora de Erechim Sandra Picoli, declarou apenas um automóvel, no valor de R$ 20 mil. O também candidato a deputado federal, o empresário Adacir Carlotto, do PHS, declarou R$ 6,4 milhões, segundo o site do TSE.

A legislação eleitoral também estabelece o limite de gastos para os candidatos, sendo que a deputado federal podem gastar até R$ 2,5 milhões, enquanto os candidatos a deputado estadual podem investir até R$ 1 milhão.

Os dados dos candidatos podem ser acessados no portal: http://www.tse.jus.br/eleicoes/eleicoes-2018/divulgacandcontas#/

Confira o valor total dos bens declarados pelos candidatos da região constantes no site do TSE:

Deputados Federais
Adacir Carlotto (PHS) R$ 6.433.276,18
André Jucoski (PDT) R$ 942.621,00
Carlos Pomagerski(PP) R$ 135.000,00
Ito Muller – (PPS) R$ 201.000,00
Paulo Polis (MDB) R$ 1.546.068,08
Sandra Picoli (PC do B) R$ 20.000,00
Deputados Estaduais
Abraão Martins (PSL) R$ 80.000,00
Altemir Tortelli (PT) R$ 134.133,00
Antonio Confortin (PHS): R$ 297.920,27
Claudemir de Araújo (PTB) indisponível
Divaldino Pires (PSC) indisponível
Elves Palkewich (PRB) R$ 4.508.000,00
João Grando (PSD) R$ 453.402,53
Gilmar Sossella (PDT) R$ 1.579.875,43
Gilberto Capoani (MDB): R$ 2.561.757,33
Kaká Coferri (PP) R$ 475.000,00
Lucas Farina (PT) R$ 72.423,72
Márcio Pavoni (Solidariedade) R$ 1.015.677,81