Cinco benefícios da hortelã para a saúde que a tornam ainda mais revigorante

172

De balinhas a mojitos, pastas de dente e antissépticos bucais, esta deliciosa planta tem sido utilizada há séculos por seu sabor e frescor. Mas você sabia que ela também tem benefícios surpreendentes para a saúde? Leia mais para compreender o poder revigorante da hortelã!

1. Ela pode ajudar com problemas abdominais
O óleo de hortelã tem sido associado à redução da dor, desconforto estomacal e outros sintomas da Síndrome do Intestino Irritado, em grande parte devido aos efeitos antiespasmódicos do metanol encontrados na planta. Dito isto, a maioria desses benefícios foi observada com o óleo em forma de cápsulas – não como alimento – então verifique com o seu médico antes de iniciar qualquer suplementação. Ainda assim, as propriedades calmantes do chá de hortelã podem dar uma mãozinha, além de ajudá-lo a ficar hidratado (e aquecido!) durante os meses secos de inverno.

2. É anti-inflamatória
Como outros alimentos de origem vegetal (legumes, verduras, frutas, nozes, sementes, feijão e grãos integrais), a hortelã contém fitonutrientes com propriedades antioxidantes, o que reduz o dano celular causado pelo estresse oxidativo. Além disso, os compostos anti-inflamatórios primários da hortelã podem inibir o início da inflamação crônica.

E uma vez que um alimento não consegue desfazer os efeitos de uma dieta de má qualidade: use a hortelã para cozinhar e condimentar refeições e lanches à base de vegetais, não apenas pelos benefícios à saúde.

3. Tem benefícios imunológicos
Além de suas atividades antioxidantes, 1/4 xícara de hortelã fornece quase metade de suas necessidades diárias de vitamina A. A vitamina contida na planta ajuda a proteger suas células contra danos ao eliminar os radicais livres que prejudicam os tecidos do corpo, ajudando a reduzir o risco de doenças crônicas, como doenças cardíacas, diabetes e alguns tipos de câncer. Outro possível benefício: os compostos encontrados nas folhas de hortelã possuem ação inibitória sobre as enzimas que promovem o surgimento de tumores.

4. Pode ajudar a proteger contra bactérias nocivas
Algumas pesquisas vincularam os compostos antibacterianos nos óleos essenciais da hortelã – carvona e limoneno – à redução do risco de bactérias potencialmente nocivas, tanto do tipo encontrado nos alimentos contaminados quanto do trato gastrointestinal. Além disso, algumas pesquisas iniciais relacionam esses compostos à redução no risco de doenças transmitidas por alimentos quando usados para armazenamento e preservação. De maneira geral, a vasta gama de nutrientes que protegem a imunidade, encontrados em diferentes tipos de plantas e especiarias (incluindo a hortelã!), foi estudada quanto a seus possíveis benefícios na proteção de nosso sistema imunológico contra a ruptura causadora de doenças, mas com um alerta: mais pesquisas ainda precisam ser feitas para avaliar completamente quão impactantes essas substâncias são na proteção da imunidade. Por enquanto, adicionar hortelã a refeições e lanches não deve substituir nenhuma das suas atuais práticas de segurança alimentar, mas pode aprimorá-las!

5. Pode ajudar a reduzir o teor de sódio
Cortar o sal sem perder sabor requer ervas e especiarias complementares para a melhorar o sabor da comida – e a hortelã não é exceção! Usar hortelã em qualquer coisa, desde saladas (ou frutas!) a peixes, carne e aves, pode ajudar a limitar a quantidade de sal que você adiciona aos alimentos sem sacrificar o gosto, elevar o custo ou aumentar o tempo de preparo da receita.