Corpo de bancária desaparecida é encontrado na manhã desta terça-feira

1396

O corpo de Bombeiros de Nonoai unido a mergulhadores de Passo Fundo e Porto Alegre entrou hoje, no terceiro dia de buscas pela bancária Cleonice Gonçalves Pinheiro, que estava desaparecida desde sábado, 04.

Durante as buscas, na manhã de hoje, o corpo de Cleonice foi encontrado boiando na superfície do Rio Uruguai, nas proximidades da antiga ponte que liga o Rio Grande do Sul com Santa Catarina.

A funcionária do Banrisul saiu de Jacutinga com destino a Erechim, porém seu veículo, um Fiat/Strada, foi localizado no domingo, 5, próximo a uma ponte no Goio-En, na divisa entre os municípios de Erval Grande e Chapecó. Dentro do automóvel de propriedade da bancária foi localizado uma carta possivelmente escrita por Cleonice e o seu telefone celular.

A equipe de buscas formada por aproximadamente sete bombeiros e mais uma equipe da Patram  utilizou três botes nas buscas.

De acordo com os bombeiros de Nonoai o local onde o trabalho tem se concentrado tem profundidade entre 9 e 18 metros e apresenta águas cristalinas.