Cutículas exigem cuidados

994

As cutículas são parte da pele e dos dedos. Devem ser tratadas com cuidado ao fazer as unhas. Elas funcionam como barreira contra a unha e bactérias. Sua retirada é processo muito comum quando a mulher faz as unhas, porém isso não é indicado. Embora o resultado seja bom, é temporário. Elas voltam a crescer de forma irregular, já que a pele estará danificada.

A remoção das cutículas pode ainda causar irritações e infecções na pele. Além disso, a pressão do alicate ainda pode ferir a base da unha. Caso seja realmente necessário, retire apenas o excesso. Por serem parte da pele, as cutículas também precisam ser hidratadas. Elas ressecam com muita facilidade e estão sempre expostas a produtos químicos, o que acaba deixando-as com o aspecto seco.

Como parar de tirar
Comece aos poucos. Exatamente por ser uma rotina de anos, parar de um dia para o outro pode não funcionar. Prefira diminuir a frequência da remoção das cutículas, gradualmente, a fim de se acostumar a demonstrar ao organismo que não é preciso produzir a mesma quantidade de pele, já que as agressões estão diminuindo.

Use escovinha
Uma escovinha de limpar as unhas pode ser grande aliada. Use-a para esfoliar as cutículas e remover pelinhas residuais. Isso facilita o processo.

Remova os excessos
Use um palito chanfrado para empurrar e remover o excesso de peles também. No começo, é possível ainda contar com a ajuda do alicate, mas tente evitar.

Capriche na hidratação
A hidratação é o segredo para uma missão de sucesso. Com as cutículas hidratadas, a aparência não incomodará e a esmaltação será muito mais simples. Com o tempo, naturalmente elas diminuirão até chegar à espessura de uma fina faixa entre o dedo e a unha.

Outros cuidados
Evitar o uso de acetona, que resseca a pele, e optar por removedores de esmaltes oleosos. Outra dica importante é manter as mãos longe da boca. Se aparecer alguma pelinha, corte superficialmente, mas nunca arranque com os dentes.