Descartado caso de dengue em Erechim

165

Não é dengue. A confirmação foi divulgada pela Vigilância Sanitária depois de receber o resultado do exame que investigou uma suspeita da doença em Erechim. O caso foi levado a público na última semana quando uma  moradora do bairro Fátima e funcionária da rede privada de saúde apresentou sintomas da doença. A paciente fez  exames que deram resultado negativo para dengue

Na residência da paciente, no local de trabalho e nas proximidades agentes de saúde realizaram vistorias para encontrar focos do mosquito e fizeram a dedetização de bocas de lobo. Outras duas suspeitas já foram investigadas neste ano. Os dois casos também foram descartados para dengue.

Apesar do resultado negativo Erechim se mantém em alerta. O ministério da Saúde decretou índice de infestação predial de 5,2% como de alto risco. Isso significa que o mosquito Aedes Aegypti, o transmissor da dengue, está presente em todos os bairros da cidade. 300 residências foram notificadas. Segundo Diligente por causa deste alto índice de infestação o risco de aparecimento de doenças como dengue, febre amarela, chikungunya e zika vírus, que são transmitidas pelo Aedes Aegypti é grande. 30 agentes de saúde estão nas ruas. As fiscalizações serão intensas nos próximos dias. Quem não respeitar cuidados básicos pode ser multado.