Em julho, a Usina Hidrelétrica Itá repassou R$ 2,7 milhões a título de compensação financeira

215

A Usina Hidrelétrica Itá repassou, no mês de julho de 2017, aproximadamente R$ 2,7 milhões a título de compensação financeira pelo uso dos recursos hídricos. Os valores repassados são divididos entre o governo federal, governos do Rio Grande do Sul e Santa Catarina e municípios lindeiros.

A compensação financeira é devida aos estados, ao governo federal e aos municípios, proporcionalmente à área atingida pelo reservatório da Usina, pela utilização de recursos hídricos para fins de geração de energia elétrica.

Em Santa Catarina, os municípios contemplados receberam um total de R$ 584,2 mil. E o repasse para as cidades lindeiras ao reservatório foi dividido entre Alto Bela Vista, que recebeu aproximadamente R$ 120 mil, Arabutã (R$ 898,8), Concórdia (R$ 276,1 mil), Ipira (R$ 354,09), Itá (R$ 106,4 mil), Peritiba (R$ 149,8) e Piratuba (R$ 6,1 mil).

Já no Rio Grande do Sul, o total repassado compreende o valor de R$ 521,1 mil. Sendo que o montante destinado às cidades lindeiras foi dividido entre Aratiba, que recebeu aproximadamente R$ 201,9 mil, Marcelino Ramos (R$ 90,3 mil), Mariano Moro (R$ 123,5 mil) e Severiano de Almeida (R$ 35,9 mil).

O montante repassado a título de Compensação Financeira contempla também os governos Federal e Estaduais. No mês de julho, a esfera federal recebeu R$ 540,3 mil. Já o Estado de Santa Catarina recebeu R$ 584,2 mil e o do Rio Grande do Sul recebeu R$ 521,1 mil. Desde que entrou em operação, a Usina Hidrelétrica Itá já repassou mais de R$ 510 milhões em valores históricos, pela compensação financeira pelo uso de recursos hídricos.