Em missa do Crisma, Dom José exorta os padres a viverem seu ministério como serviço e com misericórdia

2510

Às 19h desta quarta-feira santa, na Catedral São José, o bispo emérito, Dom Girônimo Zanandréa e os padres da Diocese de Erexim concelebraram a missa do Crisma presidida por Dom José Gislon, na qual ele abençoou os óleos para os sacramentos do Batismo e da Unção dos Enfermos e consagrou o óleo para o sacramento da Crisma e para a dedicação dos altares da Eucaristia nas igrejas. Cinco diáconos, religiosos e religiosas, os seminaristas e muitos leigos e leigas participaram da celebração, na qual também os padres renovaram seus compromissos de ordenação presbiteral. A missa contou com animação especial de música e cantos pelos padres José Carlos Sala e Olírio Streher e com um grupo de sustentação do canto.

Dom José, na homilia, referiu-se ao profeta Isaías, ungido por Deus para anunciar a esperança do povo abatido, ressaltando que o padre deve ser homem de Deus, acolhedor, caridoso, misericordioso e sensível com os aflitos. Para esta missão, muitas vezes difícil, o padre conta com a graça divina. O Bispo caracterizou os presbíteros como representação sacramental de Jesus Cristo Cabeça e Pastor, que proclamam sua Palavra com autoridade, atualizam os seus gestos de perdão e oferta de salvação, nomeadamente com o Batismo, a Penitência e a Eucaristia, em amável solicitude. Eles são servos de Cristo na Igreja mistério, comunhão e missão. Lembrando o Jubileu da Misericórdia, Dom José recomendou aos padres que usem de misericórdia em relação ao caminho difícil e incerto de conversão dos pecadores, inspirados na paciência e na benevolência de Cristo Pastor que não censura a ovelha desgarrada, mas a carrega nos ombros e a reintegra no rebanho. Citando palavras do Papa Francisco, exortou os padres a percorrerem o caminho da santidade. Concluiu sua reflexão com um pedido a Maria, Mãe de Cristo, Sumo e Eterno Sacerdote, que proteja o ministério dos padres e lhes dê coragem de testemunhar seu Filho Jesus.

No final da celebração, o Bispo entregou os óleos aos padres e um grupo de crianças e adolescentes da Catedral entregou pequena lembrança a eles, como recordação pela instituição do sacerdócio na quinta-feira santa.