Feriadão de Independência é o mais violento nas estradas em 2018

57

Chega a 27 o número de mortes em rodovias gaúchas entre o meio-dia de quinta-feira (6) e às 2h desta segunda-feira (10), o que faz deste feriadão o mais violento em 2018. Dezenove destas mortes foram em rodovias estaduais, seis em rodovias federais e duas em vias municipais. O mais recente aconteceu em Ibirubá, no noroeste do Estado, às 2h desta segunda-feira (10).

Segundo o Grupo Rodoviário da BM, as vítimas estavam em um Vectra com placas de São Luiz Gonzaga. O carro teria invadido a pista contrária e colidido em um ônibus que estava no sentido oposto, deslocando-se em direção à Porto Alegre. A suspeita é de que o motorista do carro tenha dormido ao volante.

O fim de semana com mais mortes no ano foi registrado entre 6 e 9 de abril, quando 24 pessoas perderam a vida, oito delas em dois acidentes. Recentemente, entre 10 e 13 de agosto, 20 pessoas morreram.

O levantamento é feito pelo Grupo RBS e leva em conta as mortes entre meio-dia de quinta-feira e meio-dia de segunda-feira. Neste feriadão, o levantamento começou ao meio-dia de quinta (6) e será encerrado ao meio-dia de segunda-feira (10). As mortes foram registradas em Encruzilhada do Sul, Porto Alegre, Sapucaia do Sul, Ernestina, Caxias do Sul, Porto Xavier, Ipê, Sertão, Muitos Capões, Erechim, Ibirubá, Arvorezinha, Veranópolis, Rondinha, Tapera, Nova Tramandaí, Independência e Cruz Alta.

O superintendente da PRF no RS, João Francisco de Oliveira, disse que entre quinta e domingo houve reforçou do efetivo nas rodovias federais do RS, direcionando a fiscalização para os trechos e horários críticos para acidentalidade e ocorrências criminais.

— Ao longo de 2018, a tendência tem sido de redução da violência trânsito nas rodovias federais do Estado, com redução no número de pessoas mortas e feridas — avaliou.