Lavouras de milho apresentam potencial produtivo acima da média no RS

528

As lavouras de milho seguem favorecidas com as condições climáticas atuais, apresentando potencial produtivo acima da média, sendo que, no atual momento, 30% delas estão em fase de floração e 40% em enchimento de grãos; ambas suscetíveis à falta de umidade no solo. Nesse sentido, segundo o Informativo Conjuntural divulgado, nesta quinta-feira (14), pela Emater/RS-Ascar, as chuvas registradas nas principais regiões produtoras, ao Norte do Estado do RS, aliadas às temperaturas elevadas, têm contribuído para o bom desenvolvimento das lavouras.

Já nas lavouras semeadas recentemente e que se encontram em desenvolvimento vegetativo inicial, os produtores tratam de aplicar nitrogênio em cobertura, com o intuito de garantir uma boa produção futura. Naquelas plantadas no início do período recomendado, aproximadamente 1% delas já se encontram maduras, sendo que a colheita já teve início, fato este que deverá se intensificar a partir de meados de janeiro próximo.

A cultura da soja se encaminha para o final do plantio (97% da área já semeada) com as lavouras apresentando bom stand de plantas. As implantadas recentemente estão sofrendo com mais intensidade devido à persistência da baixa umidade do solo e as altas temperaturas por períodos mais logos. Nestas, o desenvolvimento da cultura é considerado lento e, nas áreas onde as precipitações mais abundantes não ocorrem há mais de 20 dias, a cultura está muito atrasada. Há relatos de emergência desuniforme, ocorrendo redução no stand de plantas devido ao pouco vigor das plântulas.

A perspectiva de falta de chuva mais abundante para os próximos meses começa a preocupar os agricultores, que veem o crescimento da cultura, neste período inicial de desenvolvimento, muito abaixo do desejado.

Prossegue a colheita do feijão 1ª safra em todo o Estado, já atingindo 15% da área implantada até o período. As demais fases se encontram em evolução e, majoritariamente, em desenvolvimento vegetativo, floração e enchimento de grãos.

As condições climáticas favoráveis, durante o estágio reprodutivo, beneficiaram o crescimento das plantas, que apresentam porte alto. Até o momento, as lavouras que estão sendo colhidas apresentam produtividade muito boa, superior à estimada inicialmente em muitas regiões. Algumas áreas em floração e desenvolvimento dos grãos vêm apresentando sintomas de algum déficit hídrico, com queda de flores e vagens pequenas.