Mais de 130 pessoas de Campinas do Sul acompanham Pe. Dalla Rosa para Estação

115

Depois de nove anos como pároco da Paróquia N. Sra. dos Navegantes de Campinas do Sul, Pe. Dirceu Dalla Rosa foi oficializado Pároco da Paróquia Santa Teresinha de Estação por Dom José, em missa concelebrada por ele e outros seis padres, às 19h deste sábado (9). Entre os padres concelebrantes, estavam Pe. João Dirceu Nardino, ex-pároco de Estação, que já assumiu a função de Pároco da Paróquia São Caetano, de Severiano de Almeida, e Pe. Paulo Bernardi, designado Pároco em Campinas do Sul. Mais de 130 pessoas de Campinas do Sul acompanharam Pe. Dirceu Dalla Rosa ao iniciar sua nova função. Os três diáconos de Campinas e os dois de Estação e mais de 30 ministros das Paróquias participaram da celebração.

Na introdução de sua homilia, Dom José expressou agradecimentos ao Pe. João Dirceu Nardino, por seus onze anos de ministério em Estação, onde pensava celebrar seu jubileu de prata presbiteral, mas que pelo sim ao chamado de Deus, aceitou nova missão junto ao povo de Severiano de Almeida. Agradeceu igualmente ao Pe. Dalla Rosa por seu trabalho pastoral em Campinas do Sul por nove anos. Depois, refletiu sobre o chamado de Deus ao profeta Isaías, a São Paulo e aos primeiros apóstolos, convidados a serem “pescadores de homens”, conforme as leituras bíblicas deste segundo domingo de fevereiro. Caracterizou a circunstância em que Deus chamou cada um deles e ressaltou que Ele continua a chamar colaboradores para sua obra. Ele não salva ninguém sem a sua própria colaboração. Ressaltou que servir ao Senhor servindo ao seu povo é a missão do Sacerdote. Exortou a rezar pelos que anunciam o Evangelho, especialmente por aqueles que são perseguidos e por seus perseguidores.

Após a homilia, seguiu o rito de oficialização de párocos, convidando Pe. Dirceu Dalla Rosa a confirmar seus compromissos de ordenação presbiteral e entregando-lhe os símbolos que expressam sua missão. Ao entregar-lhe a Bíblia, lembrou-lhe que Deus conta com ele como colaborador para que sua Palavra chegue a seus novos paroquianos. Entregando-lhe a estola, recordou-lhe que deve exercer a missão de ministro da misericórdia. E ao dar-lhe a chave do sacrário, estimulou-o a se alimentar do Pão da Eucaristia e servi-lo ao povo para prosseguir na peregrinação rumo à casa do Pai celeste.

Após a oração final da missa, houve alguns pronunciamentos:

– do casal Rogério e Marilene Bombana, dando as boas-vindas ao novo Pároco;

– do Pe. Nardino, renovando seus agradecimentos ao povo de Estação e assegurando ao Pe. Dalla Rosa que vai se sentir muito bem naquela Paróquia e desejou-lhe frutuosa ação evangelizadora;

– da Vice Prefeita, Maria Helena Tonin, enaltecendo a inesquecível passagem do Pe. Nardino por Estação e dando as boas-vindas ao novo Pároco com votos de que Deus o ilumine, o acompanhe e cubra de bênçãos na sua nova missão. Afirmou que a Igreja Católica sempre foi presença marcante no município, não só na dimensão religiosa, mas também social;

– de Paulo Roberto Giacomolli, pela Paróquia de Campinas do Sul manifestando apreço pelo intenso trabalho de evangelização, organização pastoral e administrativa do Pe. Dalla Rosa. Convidou o povo de Estação a acolher o novo pároco e oferecer-lhe apoio e ajuda necessários para que exerça aí também sua vocação e missão com o mesmo entusiasmo e a mesma dedicação com as viveu em Campinas do Sul. Garantiu ao ex-pároco que todos continuarão a rezar por ele e por mais vocações sacerdotais, religiosas e leigas;

– do Pe. Dalla Rosa. Começou dizendo que iniciava com alegria e esperança a jornada de ser o coordenador da caminhada da igreja da Paróquia de Santa Teresinha, que abrange os municípios de Estação, Erebango e Ipiranga do Sul. Convidou a todos a olhar para o passado com gratidão pela ação de Deus e pela presença do Evangelho em suas vidas; a olhar para ao presente, colaborando para que a Paróquia seja sempre a casa mãe, que acolhe, educa e evangeliza; a olhar para o futuro com os olhos de Cristo. Referiu-se ao trabalho do Pe. Nardino. Manifestou confiança no trabalho conjunto com o vigário paroquial, Pe. Maximino Tiburski. Saudou as autoridades, garantindo-lhe sua cordial colaboração. Consciente das próprias limitações, pediu a compreensão e a colaboração de todos. (adiante, a íntegra de sua primeira mensagem aos novos paroquianos).

Lida a ata de posse do novo Pároco, Dom José deu a bênção final da celebração e os participantes dirigiram-se ao salão comunitário para a confraternização com pratos colocados em comum.