Pesquisa revela que brasileiro não se exercita suficientemente

45

Uma pesquisa recente da Organização Mundial de Saúde (OMS), baseada em dados coletados nos últimos 15 anos, revelou que 47% dos brasileiros em idade adulta não pratica atividades físicas suficientemente. O número é ainda maior para as mulheres. No caso delas, a porcentagem chega a 53,3%.

“O papel das academias na reversão deste quadro é importantíssimo. Temos contribuído para diminuir o sedentarismo, mas ainda há muito a ser feito”, explica Renata Duran, Coordenadora da Academia Ecológica Ecofit.

Hoje, o Brasil ocupa o segundo lugar no ranking dos países que investem em academias, sendo o maior do setor na América Latina. As mais de 33 mil academias em todo o território nacional atendem cerca de 8 milhões de alunos e colocam o Brasil entre os 18 países com maior número de academias por habitante.

Para Renata, a vantagem de frequentar uma academia está na variedade que ela oferece a quem busca sair do sedentarismo. “Cabe a nós, professores de Educação Física, orientar os alunos quanto às atividades mais adequadas para cada um, de acordo com objetivo, gosto, perfil e disponibilidade. Para isso, precisamos ter alternativas para todas as idades e para todos os níveis (iniciantes, intermediários e avançados), com curta e longa duração, além de diversas opções de horários”, comenta.

Segundo a especialista, um dos principais desafios dos profissionais de academia é que grande parte dos clientes encara a atividade física como uma obrigação. “Precisamos conhecer profundamente todas as modalidades que oferecemos e também os alunos, suas rotinas, seus anseios e suas experiências anteriores com exercícios. Só assim conseguimos ajudá-los a encontrar uma atividade prazerosa, que se torne divertida. Este é o ciclo que buscamos atingir: motivação – frequência – resultados – regularidade”, afirma Renata.

Na Ecofit, os professores acompanham de perto o andamento dos exercícios indicados, para fazer os ajustes necessários. Aos poucos vão, também, incluindo outras atividades na grade horária do aluno, para que ele amplie sua visão sobre as modalidades oferecidas e encontre outras aulas que o motive, não desistindo de se exercitar.

Renata lembra, ainda, que outro papel fundamental dos professores e que é levado a sério na Ecofit é a integração entre os alunos, fator importante para que eles não abandonem os exercícios. “Damos um apoio para que se criem novos laços de amizade, o que é primordial para uma frequência regular”, explica.

Em relação à alta porcentagem de mulheres sedentárias, Renata aponta que este cenário já está mudando e que o papel das academias é decisivo. “Na Ecofit, 65% dos alunos adultos ativos são mulheres. Investimos em inúmeras atividades específicas para elas e, hoje, temos aulas que atendem a todos os perfis, de dança a luta, passando pelos esportes de quadra, pela musculação, pela yoga e pelo pilates”, finaliza a coordenadora.