RS tem primeiro caso de febre Chikungunya

403

O secretário estadual de Saúde, João Gabbardo dos Reis, informou nesta sexta-feira que o Rio Grande do Sul tem o primeiro caso de febre Chikungunya em 2016. De acordo com Gabbardo, o episódio ocorreu em Ibirubá, no Alto do Jacuí, e, conforme ele, evidencia a circulação do vírus em solo gaúcho.

Gabbardo também relatou que o Estado já tem 143 mortes por gripe A confirmadas. O secretário também fez um comparativo com o ano de 2009, período que terminou com 334 óbitos. Somente nesta semana, a Secretaria Estadual de Saúde registrou 26 mortes.

As três viroses que mais assustam o Brasil – dengue, Zika e chikungunya – são doenças infecciosas agudas transmitidas pelo mesmo vetor, o mosquito Aedes aegypti. “A diferença é sutil e o diagnóstico precisa ser clínico e epidemiológico, levando em conta a situação de infecções naquela localidade”, explicou a infectologista e epidemiologista Helena Brígida. A característica mais marcante na infecção por chikungunya são as dores nas articulações, bem mais intensas que nas outras duas doenças.