Silvana Covatti assume presidência da Assembleia Legislativa do RS

1045

Em sessão solene realizada na tarde desta terça-feira (2), a Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul elegeu a nova Mesa Diretora para o ano legislativo de 2016, que terá pela primeira vez na história do parlamento gaúcho, em 180 anos, uma mulher na presidência, a deputada Silvana Covatti (PP).

Silvana Covatti, no seu pronunciamento, destacou sua trajetória política nos últimos 23 anos, especialmente em relação à sua dedicação às questões sociais, sobretudo às relativas à saúde pública.

“Pretendo igualmente levar a atividade institucional do Parlamento ao encontro das comunidades, para que possamos, cada vez mais, aproximar a produção legislativa da origem física das demandas”, observou, ao defender um ano legislativo em que se preze pela harmonia entre os Poderes de Estado, “mantendo nossa soberania sem jamais cerrar caminho ao diálogo”.

Quanto à atual situação do Estado, observou que nos momentos cruciais, “a responsabilidade de cada deputado deve superar o dualismo e as rusgas naturais ao embate político. Na dificuldade, somos todos gaúchos”, alertou, acrescentando: “É desta maneira altiva que esta Casa se comporta desde a Revolução que dá nome à sua sede. Não será agora que iremos faltar”.

Ao concluir, salientou que, “determinada em honrar principalmente as mulheres que represento, as mulheres que nem sempre têm sua importância reconhecida, afirmo que me sinto preparada, disposta e comprometida a presidir o Poder Legislativo do Estado do Rio Grande do Sul”.

A atual Mesa da Assembleia será integrada pela deputada Silvana Covatti, na presidência, Adilson Troca (PSDB, 1º vice-presidente), Álvaro Boesio (PMDB, 2º vice-presidente), Zé Nunes (PT, 1º secretário), Juliana Brizola (PDT, 2ª secretária), Marcelo Moraes (PTB, 3º secretário) e Liziane Bayer (PSB, 4ª secretária), como titulares.

No início da solenidade, o deputado Edson Brum, que presidiu a Assembleia em 2015, apresentou Termo de Renúncia, conforme acordo entre as bancadas que prevê um ano para cada presidente à frente do Legislativo, uma vez que o Regimento Interno da Assembleia prevê um período mínimo da dois anos de mandato na presidência.

Despedida
Ao deixar a presidência da Assembleia, o deputado Brum usou da tribuna para agradecer a todos os parlamentares e servidores do Palácio Farroupilha sua gestão que lhe permitiram o diálogo com a sociedade, o aprimoramento da transparência e o aprofundamento da gestão, muito especialmente a contenção de gastos, que geraram significativa economia no orçamento estadual. Finalizou salientando que, com o mesmo sentimento de gratidão pela oportunidade “que me foi proporcionada para a condução da Assembleia Legislativa, transmito agora o cargo à primeira mulher a presidir este Poder desde sua fundação”.

Autoridades
A cerimônia de eleição e posse, ocorrida no Plenário 20 de Setembro, além dos parlamentares estaduais e do presidente da Casa, deputado Edson Brum (PMDB), contou com a presença do governador José Ivo Sartori (PMDB); do esposo de Silvana Covatti, o também ex-presidente da Assembleia, Vilson Covatti (PP); do filho, deputado federal Luis Covatti (PP/RS), representando a Câmara dos Deputados; a senadora progressista Ana Amélia Lemos, representando o Senado Nacional; a primeira-dama do Estado, Maria Helena Sartori, o prefeito de Porto Alegre em exercício, Sebastião Mello (PMDB), além de inúmeras autoridades estaduais, prefeitos e representantes da região da deputada (Frederico Westphalen), além de lideranças eclesiásticas.