Soltura Experimental de Peixes acontece no lago de Itá

897

Na tarde desta terça-feira, 23, aconteceu em Marcelino Ramos uma soltura experimental de Suruvis no lago da Usina Hidrelétrica Itá, atividade que faz parte do Programa Experimental de Estocagem de Peixes (repovoamento) da área de influência da UHE Itá. Com o objetivo principal de repovoar a bacia do rio Uruguai, 500 peixes foram soltos pelas mãos de crianças, policia ambiental e equipe técnica do Consórcio Itá, Tractebel Energia e da UFSC.

Todos os peixes soltos receberam uma marcação química que permitirá acompanhamento dos resultados após a soltura. “O Suruvi é uma espécie ameaçada de extinção e no lago tem o estoque reduzido. Por haver área de desova na região de Marcelino Ramos, a soltura neste local propicia que o peixe se reproduza aumentando assim a quantia desta espécie no lago” comenta o coordenador do projeto Evoy Zaniboni Filho da UFSC.

Os peixes recapturados poderão ser consumidos, porém para o acompanhamento da pesquisa os pescadores da região receberam orientação para que após capturados, um pequeno pedaço da nadadeira seja armazenado em freezer ou congelador, para que posteriormente seja recolhida pela equipe do LAPAD/UFSC. Na nadadeira consta a marcação fluorescente nas estruturas ósseas, visível somente por microscópio, isso permitirá estimar a quantidade de peixes desta espécie presente no lago.

Para saber mais sobre o projeto ou informar sobre o recaptura de um peixe Suruvi, ligue para o Centro de Divulgação Ambiental – CDA através da linha verde 0800 645 5800.