Beija-Flor vence Carnaval no Rio de Janeiro

835

As ruas de Nilópolis, vizinhas à quadra da Beija-Flor, foram tomadas pela comemoração do 13º título da escola, conquistado com um enredo sobre Guiné Equatorial e um desfile cheio de notas 10. A escola se manteve na primeira colocação durante praticamente toda a apuração e superou o Salgueiro, que ficou em segundo lugar. Na quadra, o grito que incendiou a comunidade foi “A campeã voltou!”

Durante a apuração, a quadra da escola já estava lotada e explodiu de alegria com a confirmação de que a agremiação era a campeã do carnaval de 2015. Desde então, não param de chegar foliões que vão estender o carnaval durante a madrugada.

Veículos já não conseguem circular na rua da quadra, que parece tomada por um grande bloco carnavalesco. Vendedores ambulantes e carros de som também se concentram no local e, além do samba-enredo de 2015, é possível ouvir outros sambas e até batida de funk.

Dentro da quadra, no entanto, é a bateria da Beija-Flor que dá o tom da festa, que tem na letra do samba o grito de vitória: “Sou negro na raça, no sangue e na cor. Um guerreiro Beija-Flor”.

O enredo escolhido pela escola de Nilópolis foi criticado após informações de que a Beija-Flor teria recebido dinheiro do ditador da Guiné, mas o carnavalesco Fran Sérgio, integrante da comissão de carnaval da escola, afirma que a única ajuda de custo recebida diz respeito às passagens para viagens de pesquisa sobre a Guiné Equatorial. “A Beija-Flor está exaltando um grande povo que merece respeito”, disse ele, que afirmou ter viajado três vezes ao país africano.

egundo Fran Sérgio, empresas brasileiras que atuam na Guiné Equatorial doaram para o enredo. “Elas queriam mostrar a Guiné como a jóia da África”, disse o carnavalesco, que classificou o desfile como impecável. “A gente mostrou o samba no pé, e a tradição do samba para ganhar esse carnaval”, comemorou.

A chegada dos integrantes da escola que estavam na apuração foi um dos momentos de maior euforia. O casal Claudinho e Selminha Sorriso, que recebeu quatro notas 10 no quesito mestre-sala e porta bandeira, foi ovacionado, assim como o puxador de samba Neguinho da Beija-Flor.