Aratiba conta com câmeras de segurança

1418

Aratiba conta com 5 câmeras de videomonitoramento na cidade e mais uma na Usina Hidrelétrica, no antigo posto fiscal.

Os equipamentos são importantes no apoio ao trabalho de policiamento ostensivo, além de auxiliar na segurança pública, no controle do trânsito e principalmente na criminalidade.

Devido ao desenvolvimento do município e o forte crescimento nos últimos anos do setor industrial e comercial, a questão da segurança pública se tornou uma das principais demandas da Administração Municipal, que investe nesta área.

A instalação foi possível graças à aquisição dos equipamentos pela Prefeitura de Aratiba, que teve um custo de cerca de R$ 180.000,00. As câmeras estão no centro, nas entradas e saídas da cidade, são profissionais de alta resolução, com equipamentos de gravação e vídeomonitoramento, instalados na Brigada Militar, onde é feito o controle e as operações.

Segundo o comandante da Brigada Militar de Aratiba, Tenente Marco Cesar Deggeroni, as câmeras auxiliam a identificar os furtos, desvendando seus autores e mostrando a situação em que foram praticados. “Com as imagens captadas, o trabalho de identificação de suspeitos pela polícia é facilitado, como aconteceu no início deste mês, em que foram identificados os que tentaram furtar uma residência próximo ao pórtico de entrada da cidade. O videomonitoramento está em pleno funcionamento e já contribuiu para apreensões e prisões de autores de furto e roubo com ajuda das câmeras”.

Para o prefeito Luiz Ângelo Poletto, o objetivo da Administração Municipal é oferecer mais segurança para a população, sendo um compromisso da atual gestão municipal. “Nosso município está se desenvolvendo muito nos últimos anos e também faz divisa com Santa Catarina, sendo uma rota entre os dois estados. Por isso, este investimento na área da segurança é para prevenção dos moradores. A prevenção apesar de a segurança pública ser uma responsabilidade do Estado, a Prefeitura tem estudado meios de colaborar com a Polícia Militar. E, uma das alternativas é a instalação de câmeras de segurança”.