Todos na luta contra a obesidade infantil

217

Fazer a criança comer bem certamente é uma das maiores preocupações dos pais com relação à saúde dos pequenos, mas a responsabilidade por uma alimentação de qualidade vai muito além da família e da criança. Toda a sociedade e o governo precisam agir juntos para garantir uma primeira infância saudável e longe da obesidade infantil.

É cada vez mais comum a obesidade ter início nos primeiros anos de vida, quando o corpo está em desenvolvimento e se formam a maior parte das células que “guardam gordura”. Atualmente, estima-se que 13% das crianças entre 0 e 5 anos estejam com excesso de peso no Brasil.

Sabemos que a obesidade infantil é o resultado da conta entre a quantidade de calorias que a criança ingere menos a quantidade de energia que ela gasta em bricadeiras ativas.

Isto é, se ela ingere alimentos muito calóricos, com açúcar ou gordura em excesso, e tem uma rotina pouco ativa, a sobra vai se acumulando em forma de gordura corporal.