Dieta sem lactose não é a mais indicada para quem quer emagrecer, afirmam especialistas

80

A dieta sem lactose consiste em deixar de ingerir o leite e seus derivados, mesmo que as pessoas não tenham intolerância à lactose ou alergia à proteína do leite. Cortar estes alimentos teoricamente contribuiria para a perda de peso, pois de acordo com alguns profissionais de saúde, a proteína do leite leva ao ganho de peso e a bebida ainda causaria inflamações que favorecem o sobrepeso e a obesidade.

Porém, conversamos com nutricionistas e nutrólogos que defendem que o leite e seus derivados proporcionam uma série de benefícios para a saúde de quem não tem restrições ao alimento e ainda ajuda a emagrecer. Confira os problemas da dieta sem lactose e entenda por que o alimento é tão importante para uma dieta balanceada.

O método emagrece?
O argumento dos profissionais que defendem a dieta é que a lactose e a proteína do leite contribuem para o ganho de peso. Contudo, não existe relação entre o leite e os seus derivados e o sobrepeso ou obesidade. “O que acontece é que quando você retira esses alimentos provavelmente irá diminuir as calorias ingeridas e se elas não forem substituídas a pessoa consome menos e irá emagrecer”, explica o nutrólogo Roberto Navarro.

Além de não engordar, o leite pode ajudar a emagrecer, especialmente as versões desnatadas e semi-desnatadas. “Estudos apontam que o cálcio, presente em grandes quantidades no leite e derivados, pode impedir um pouco a agregação de gordura e estimular a sua queima”, diz a nutricionista Mariana del Bosco.

O alimento também proporciona saciedade. “Uma pesquisa cita que a proteína e a gordura saturada do leite tem um efeito maior na saciedade. O estudo observou que pessoas que fazem dieta e não retiram o leite ficam saciadas por mais tempo do que aquelas que deixam de ingerir o alimento”, observa Navarro.