Famílias atingidas pela Barragem Itá são beneficiadas com a construção de açudes no Alto Uruguai Gaúcho

795

No início deste mês de agosto, famílias organizadas no Movimento de Atingidos por Barragens (MAB) no Alto Uruguai Gaúcho foram beneficiadas com a construção de açudes para usos múltiplos, como irrigação, piscicultura e consumo animal. Em Aratiba, foram escavados dez açudes e, em Mariano Moro, nove.

Essa conquista é resultado da luta dos atingidos por barragens do Rio Grande do Sul, que realizaram uma audiência na já extinta Secretaria de Desenvolvimento Rural e Cooperativismo, em 14 de março de 2016, Dia Internacional de Luta Contra as Barragens. Nesta ocasião, foram entregues as pautas dos atingidos do Estado, dentre elas a reivindicação da construção de açudes para as famílias atingidas, a partir do Fundo de Recursos Hídricos da Secretaria de Meio Ambiente, oriundo da Compensação Financeira por Uso de Recursos Hídricos (CFURH), os populares royalties das barragens produtoras de energia.

Oito municípios foram indicados pelo MAB como beneficiários do programa, sendo estes Alecrim, Aratiba, Mariano Moro, Erechim, Machadinho, Maximiliano de Almeida, Barracão e Benjamim Constant do Sul. As obras foram executadas pelos órgãos das prefeituras dos municípios e pela Emater/RS-Ascar.

O Secretário da Agricultura e Abastecimento da Prefeitura de Aratiba, Lenir Cristmann, em nome da administração municipal, parabenizou as coordenações estadual, regional e municipal do MAB pelo trabalho desempenhado. “A administração pública de Aratiba é uma grande parceira do MAB e agradece ao Movimento por essa conquista, que beneficia as famílias de agricultores do Município, que agora poderão usufruir dos açudes em suas propriedades”. Em Aratiba, será realizado um ato de inauguração dos açudes, de caráter popular, afirmando esta como sendo uma conquista de todos os atingidos e atingidas.