Fortalecimento muscular pode prevenir queda de idosos

791

De acordo com o Hospital Israelita Albert Einstein, 30% dos idosos no Brasil caem pelo menos uma vez ao ano. O mesmo estudo aponta que o número sobe para 50% entre idosos acima de 85 anos. A maioria das quedas (70%) acontece dentro de casa. A queda de idosos acontece principalmente por causa do processo de envelhecimento do corpo; o idoso perde massa muscular e equilíbrio.

Para a fisioterapeuta da marca Mercur, Tania Fleig, o fortalecimento muscular pode ajudar, e muito, na prevenção de quedas domésticas. “É importante que os idosos mantenham-se ativos a partir da realização de atividades físicas regulares, como caminhadas, exercícios de fortalecimento e flexibilidade, hidroginástica, entre outros, que podem ser realizadas, tanto de forma individual, quanto em grupos, contribuindo de maneira eficaz para a prevenção de quedas”, explica.

As quedas podem ser responsáveis por uma série de complicações na saúde do idoso. “Ela traz diversas consequências, que vão, desde fraturas e outras lesões, até a incapacidade física, sendo necessários longos períodos de reabilitação, o que reduz a autonomia e a independência nesta população”, afirma Tania.

Exercícios com faixas elásticas, bolas e discos de equilíbrios são alguns dos equipamentos recomendados para executar os movimentos musculares. A intenção é treinar o equilíbrio e fortalecer a musculatura. Além de inserir uma nova rotina na terceira idade, se tornar ativo mesmo após os 60 anos faz bem, não só para o corpo, como para a mente também. O idoso cria uma rotina, traz novidade para o dia a dia.

Os exercícios podem ser executados em casa, com adaptações nos locais. A especialista recomenda que um profissional acompanhe o idoso, para evitar lesão ou movimentos errados que possam comprometer a saúde do paciente. Mas, a família inteira poderá o acompanhar nos exercícios, tornando a atividade mais prazerosa ainda.