Obesidade infantil e o uso excessivo de dispositivos eletrônicos

133

A estatística de crianças obesas cresce cada vez mais. No Brasil, segundo dados do Ministério da Saúde, 13,2% das crianças entre 5 e 9 anos estão obesas. As causas da obesidade infantil são variadas, como a inatividade física, uma alimentação rica em açúcares, sal e gorduras e aspectos genéticos, por exemplo. Atualmente, os dispositivos eletrônicos, como celulares, tabletes, televisão e computadores, também são grandes vilões e favorecem o comportamento sedentário, como explica a nutróloga Heloisa Gersgorin.

“Tem ainda a questão dos nossos pequenos diante das telas de TV, diante dos celulares, dos vídeo games, dos computadores, pois ficam horas com aquela ideia fixa, daquele programa o daquele jogo. Isso acaba com as relações interpessoais e isso acaba com uma vida de bons hábitos de alimentação e, também, acaba ocorrendo o sedentarismo. Porque a criança acaba ficando tão presa com aquilo que não quer fazer outra coisa”.

Por isso, os pais possuem um papel fundamental na adoção de hábitos saudáveis. Apesar dos benefícios da tecnologia, esse costume está tornando as crianças mais inativas fisicamente. O ideal é que os pequenos passem menos tempo diante das telas e mais tempo praticando atividade física, já que pertencem a uma faixa etária crucial para o desenvolvimento de um estilo de vida mais saudável. Vamos prevenir a obesidade infantil. Acesse saude.gov.br/saudebrasil e saiba mais.