Assassinato no motel em Erechim ainda cercado de sigilo

882

A polícia de Erechim não liberou informações sobre o homicídio da manhã desta segunda-feira (29) em um motel de Erechim. As identidades da autora do crime, uma travesti de 19 anos e da vítima de 41 anos, continuam sob sigilo absoluto. O caso teria sido registrado na primeira hora da manhã e a autora, que foi presa em flagrante, só chegou na DPPA por volta de 11 horas, com o corpo coberto por um lençol.

Ainda não há informações oficiais a respeito sobre a cidade que a vítima morava. O delegado que cuida do caso teria declarado que a polícia está fazendo diligências para apurar os fatos.