Brasil tem mais de 25 mil pessoas curadas da Covid-19

422

Com mais de 45 mil casos confirmados da Covid-19, o país tem, até o momento, 25 mil e 318 pessoas recuperadas da doença

O Ministério da Saúde apresentou nesta quarta-feira (22) números atualizados sobre o coronavírus no Brasil. Com mais de 45 mil casos confirmados da Covid-19, o país tem, até o momento, 25 mil e 318 pessoas recuperadas da doença. A taxa de letalidade em território brasileiro, ou seja, o número de mortes pelo total de casos, é de 6,4%.

O Sudeste concentra a maior parte das ocorrências do coronavírus – mais 52,6% dos registros confirmados. São Paulo é o estado mais atingido até o momento. São 15.914 casos confirmados e 1.134 mortes em decorrência da Covid-19.

A maior taxa de letalidade do Brasil é a da Paraíba. O estado tem 301 registros confirmados e 39 óbitos, o que representa 13% de taxa.
Segundo o ministro da Saúde, Nelson Teich, o número de pessoas recuperadas da Covid-19 é animador. Para o titular da pasta, o sistema de saúde do Brasil tem condições de enfrentar a crise do coronavírus.

“A situação é difícil, é complexa, mas com certeza a gente tem condição de passar por ela e além disso, deixar o Brasil preparado com o sistema de saúde, mais forte, para o pós-Covid”.

O Ministério da Saúde vai criar um plano de diretrizes que permita que estados e municípios criem políticas em relação ao distanciamento social. A pasta reiterou que as regiões do país terão diretrizes próprias e feitas em acordo com governadores, de acordo com a situação de cada localidade.A medida faz parte de um dos três eixos de atuação do Ministério da Saúde, como explica o titular da pasta, Nelson Teich.

“Nós temos três braços que vamos trabalhar e focar. A informação, a infraestrutura e o terceiro é a criação de uma diretriz que permita que estados e municípios abordem, criem políticas, programas, projetos em relação ao isolamento e ao distanciamento”.

Nesta semana, o Ministério da Saúde anunciou que ampliou de 24 para 46 milhões a previsão de aquisição de testes, por compra direta ou por doações, para diagnóstico da Covid-19. Além disso, a pasta assinou contrato para aquisição de 3 mil e 300 respiradores fabricados no Brasil, totalizando mais de 14 mil equipamentos pulmonares para fortalecer a rede pública de saúde.