Brasil tem oito casos confirmados de coronavírus

201

O Ministério da Saúde confirmou nesta quinta-feira (5) que o Brasil tem oito casos de coronavírus. Quatro haviam sido confirmados até o fim da manhã, todos em São Paulo. Ao longo da tarde, foram registrados mais dois casos em São Paulo e, pela primeira vez, houve infecção no Rio de Janeiro – no município de Barra Mansa – e no Espírito Santo.

No Espírito Santo, o caso é de uma mulher de 37 anos com histórico de viagem para a Itália. O ministério não divulgou mais detalhes.

Já no Rio de Janeiro, foi confirmado coronavírus em uma mulher brasileira de 27 anos que viajou para Itália e Alemanha entre 9 e 23 de fevereiro. Ela começou a apresentar sintomas – febre, tosse, coriza, falta de ar — em 17 de fevereiro, durante a viagem à Europa. Ela foi atendida no Brasil em 2 de março.

Há ainda o caso de uma mulher, moradora do Distrito Federal, de 53 anos, que viajou ao Exterior, passando por Inglaterra e Suíça, e teve o exame de coronavírus positivo no primeiro exame, mas ainda aguarda contraprova. Apesar de não ter sido confirmado, essa é a primeira ocorrência no Brasil de um paciente vindo do Exterior com sintomas de coronavírus sem ter passado pela Itália.

Duas das transmissões registradas foram dentro do Brasil, ambas em São Paulo, o que é chamado de transmissão local, a partir do contato que pacientes infectados tiveram com outras pessoas. Ou seja: o Brasil já não tem mais apenas casos importados de coronavírus. As duas transmissões internas foram feitas pelo primeiro paciente com coronavírus confirmado no Brasil.

— Isso não significa que há uma transmissão sustentada no Brasil. Quem tem transmissão sustentada do vírus são China, Itália e Coreia (do Sul). A transmissão sustentada é quando eu não consigo mais identificar qual foi o caso que originou (a transmissão). O que nós temos é uma transmissão local, relacionada a contatos próximos — disse Wanderson de Oliveira, secretário de Vigilância em Saúde.

— Nos casos identificados até agora, no Brasil, a pessoa viajou ou teve contato próximo com caso confirmado. Não temos transmissão comunitária, que é quando eu não consigo mais identificar quem foi o caso que originou aquele caso do doente — explicou o secretário Oliveira.

Conforme o mais recente boletim do Ministério da Saúde, atualizado até as 16h desta quinta, o Brasil tem ainda 636 casos suspeitos e 378 descartados da doença. O Rio Grande do Sul registra 104 casos suspeitos e 25 descartados, de acordo com a Secretaria Estadual da Saúde (SES/RS). Os casos suspeitos foram identificados nas seguintes cidades:

Residentes em municípios gaúchos com casos suspeitos de coronavírus
Bento Gonçalves: 1
Campo Bom: 1
Canela: 2
Canoas: 4
Caxias do Sul: 5
Charqueadas: 2
Cidreira: 3
Cruz Alta: 2
Dois Irmãos: 2
Estância Velha: 1
Esteio: 1
Farroupilha: 2
Guaíba: 1
Guaporé: 1
Lajeado: 1
Montenegro: 1
Novo Hamburgo: 1
Palmares do Sul: 1
Passo Fundo: 2
Porto Alegre: 57
Santa Cruz do Sul: 3
Santa Rosa: 1
São Gabriel: 1
São Jerônimo: 1
São Leopoldo: 2
Sapucaia do Sul: 1
Tio Hugo: 1
Três Cachoeiras: 1
Outros países: 2
Total geral: 104
Fonte: Secretaria Estadual da Saúde (SES/RS)