Depois de dias de muita chuva, domingo privilegiado para a Romaria de Fátima em Erechim

0
1690

O dia não podia ter sido melhor para a 64ª Romaria de Fátima em Erechim, neste segundo domingo (11) de outubro, mês missionário. A possibilidade de chuva não se verificou até a última celebração, às 16h e também não houve sol intenso, que praticamente ficou encoberto por nuvens. As atividades começaram muito cedo, com os trabalhadores em seus diversos setores e com missas no Santuário a partir das 05h30. Às 09h, iniciou a grande procissão da Catedral ao Santuário que levou mais de 50 minutos para todos os romeiros tomarem quase por completo toda a esplanada do seminário. A missa foi presidida por Dom José Gislon e concelebrada por cinco padres, um deles religioso, representando os demais neste Ano da Vida Consagrada. O Bispo emérito, Dom Girônimo, atendeu outro compromisso de caráter familiar.

Bispo exorta romeiros de Fátima a viver o projeto da construção da paz
Dirigindo sua palavra aos milhares de romeiros e a muitos outros em sintonia pelas rádios, o bispo começou lembrando que a Romaria deste ano recorda o pedido de Maria em Fátima de oração e penitência pela paz, dom precioso, sempre buscado incessantemente ao longo da história, porque o pecado destruiu a harmonia entre as pessoas e Deus, seu Criador. Ele as dotou de dons para serem colaboradoras de sua obra. Através do sim da Virgem Maria, enviou seu Filho ao mundo para revelar sua ternura de Pai e derrubar o muro de separação, conforme são Paulo, na primeira leitura da missa. Mas o ser humano prefere continuar erguendo muros, se não de concreto como o de Berlim e outros, ergue barreiras de preconceito e de exclusão, mais difíceis de derrubar do que os outros. Só em Cristo, nossa paz, é possível estabelecer relações de harmonia. Quem com Ele se encontra deve tornar-se missionário de sua paz, construtor de relações fraternas, sendo paciente com todos, pagando o mal com o bem, guardando o que é bom, sem deixar de corrigir os indisciplinados, conforme a segunda leitura do dia. A partir do evangelho, que narrava a visita de Maria a Isabel, quando cantou seu hino de louvor a Deus, disse que ela ensina a percorrer o caminho rumo a Jesus e a encontrar a paz. Mas para isto é necessário ter a ousadia de sair do comodismo. Quem é tocado por Deus, põe-se a caminho, percorre o itinerário do coração. Assume o projeto que deve ser de todos, trabalhar pela paz e anunciá-la aos outros. Concluiu desejando que o encontro com Maria Santíssima, a Senhora de Fátima, ajude a todos a levar para casa, no coração, a alegria e paz do encontro com o Senhor Jesus, assim como as puderam viver Isabel, João Batista e toda a casa de Zacarias.

A oração do terço, um momento novo na Romaria de Fátima
Precedendo a Bênção da Saúde com o Santíssimo Sacramento e dos objetos religiosos, às 14h, houve a recitação do terço no altar campal da Romaria de Fátima, com elevado número de participantes. Por ser o ano da vida consagrada, ele foi animado pelas irmãs vicentinas que têm duas comunidades na Diocese, uma em Erechim e outra em Campinas do Sul, por onde iniciará a peregrinação de uma nova imagem de Fátima, em preparação à celebração do centenário das aparições, em 2017.

As Bênçãos da Romaria de Fátima
Bênçãos muitíssimo desejadas pelos romeiros são a da saúde, a do Santíssimo Sacramento e a dos objetos religiosos. A celebração foi presidida por Dom José, às 14h30. Invocou a bênção sobre a água com a qual os fiéis foram aspergidos por diversos ministros, deu a bênção da saúde e a dos objetos religiosos. Em seguida, o Santíssimo Sacramento foi levado da capelinha da residência episcopal ao altar campal pelo Vigário Geral da Diocese, Pe. Dirceu Balestrin, com o povo expressando sua adoração a Cristo presente na hóstia consagrada. Antes da bênção, foi lida a passagem do evangelho em que Jesus cura a mulher que tocou na sua veste, na certeza de que isto a livraria da doença que sofria há 12 anos. O bispo ressaltou a fé daquela mulher, mas observou que muitas pessoas em nosso meio podem viver a mesma situação de doença dela e perguntou: qual o tempo dedicado a elas para ouvi-las e qual o cuidado dispensado para cuidar de suas feridas através do amor e da caridade? E abençoou os fiéis com o Santíssimo Sacramento.

Bênção da imagem de Fátima do projeto “Centenário das aparições, uma peregrinação de fé”
A partir desta romaria até a de 2017, a do centenário das aparições de Nossa Senhora em Fátima, a Diocese desenvolverá dois projetos especiais: um é “Centenário das aparições de Fátima, Uma peregrinação de fé” e o outro a remodelação do Santuário e de sua esplanada, espaço privilegiado de espiritualidade. O projeto “Uma peregrinação de fé” consta da passagem de uma nova imagem de Fátima pelas casas religiosas a partir desta Romaria, a começar pela comunidade das vicentinas de Campinas do Sul, até o dia 07de fevereiro e depois, do dia 13 de maio até a Romaria de 2017, pelas comunidades das 30 paróquias da Diocese. Esta imagem, de 45 cm, vinda de Portugal, doação de uma pessoa devota de Getúlio Vargas, foi levada ao altar por um grupo de jovens, abençoada pelo bispo e por ele entrega à referida comunidade por onde inicia esta peregrinação centenária.

O reconhecimento aos romeiros
Antes das bênçãos da Romaria deste domingo, às 14h30, o reitor do Santuário e coordenador geral do evento, dirigiu sua palavra de agradecimento a todos os devotos de Nossa Senhora, ressaltando que a Romaria se deve à participação e colaboração de muitas pessoas, famílias, comunidades, empresas, entidades e poder público. Para ele, o evento fortalece a todos na vivência familiar e comunitária. Motivou a todos a continuarem a seguir a orientação de Cristo de “viver em paz uns com os outros” e a de Maria de rezar pela paz. Convidou jovens da 8ª série do curso fundamental e do ensino médio a participar de encontro vocacional no dia 06 de novembro. Anunciou a próxima Romaria de Fátima, dia 09 de outubro do próximo ano, com a novena iniciando no dia 30 de setembro.