Primeiro Seminário de Bovinocultura de Leite do Alto Uruguai reúne grande público

Primeiro Seminário de Bovinocultura de Leite do Alto Uruguai reúne grande público

????????????????????????????????????

A primeira edição do Seminário de Bovinocultura de Leite do Alto Uruguai Gaúcho, realizada na última quarta-feira (4), reuniu cerca de 900 pessoas, entre produtores rurais, estudantes e lideranças regionais dos 32 municípios da região de abrangência da Associação de Municípios do Alto Uruguai (Amau).

O evento, promovido pela Emater/RS-Ascar, com apoio do Governo do Estado, Prefeitura de Erechim, Amau e Associação Comercial, Cultural e Industrial de Erechim (Accie), aconteceu no Polo de Cultura em Erechim, com programação técnica voltada especialmente aos produtores, discutindo as novas e adaptadas tecnologias, contribuindo para o desenvolvimento sustentável da atividade leiteira regional.

Segundo dados da Emater/RS-Ascar, na região do Alto Uruguai, que abrange 32 municípios, nove mil produtores de leite possuem um plantel de 90 mil vacas e uma produção de 300 milhões de litros de leite por ano.

Na abertura oficial, em seu pronunciamento, o gerente regional da Emater/RS-Ascar de Erechim, Gilberto Tonello, saudou e agradeceu a presença de todos. Agradeceu o empenho e a dedicação dos funcionários da Emater/RS-Ascar na organização e apoio das entidades e empresas patrocinadoras, na realização do Seminário.

O presidente da Amau, Beto Bordin, destacou a presença de um número expressivo de agricultores, buscando conhecimento, encontrar alternativas para melhorar a produção e consequentemente a renda familiar na sua propriedade. “Sem dúvida nos deixam com mais esperança e convictos de que a nossa região está no caminho do progresso e do desenvolvimento. Buscar conhecimento e encontrar alternativas através das experiências positivas são fundamentais para o empreendedor ter sucesso. Pela quantidade de leite que é produzido na região, temos sim que trabalhar e discutir essa questão, para que melhore o preço do leite e a rentabilidade do nosso produtor. A Amau apoia este evento e todas as iniciativas que visem ao crescimento da nossa região e ao desenvolvimento profissional de todos”.

Lembrando ser filho de pequeno agricultor, o presidente da Emater/RS, Clair Kuhn, avaliou, “seja frio, calor, chuva ou sol, muitas vezes com dor de garganta, febre, quando se levanta de manhã cedo, o agricultor e a agricultora não se entregam, são verdadeiros heróis da economia dos municípios, estados e do país. Diretamente 40% do PIB do Rio Grande do Sul vêm da agricultura familiar, sendo que mais 20% provém da bacia leiteira”, ressaltou Kuhn.

O prefeito de Erechim, Luiz Francisco Schmidt, falou como consumidor do leite, destacando o trabalho dos produtores, “interessados em produzir ainda mais e melhor, não como renda alterativa, mas sendo a renda principal. E o desafio é agregar valor, produzir também manteigas, queijos, diferentes tipos de produtos e também buscar melhor qualidade aos produtos”, disse, ao avaliar que “temos todas as condições de aprimorar o plantel e permanentemente investir na propriedade, garantindo a subsistência da família. Continuem produzindo mais, para que nunca nos falte leite”.

Foram realizadas quatro palestras, com os seguintes temas: “Alimentos conservados: silagem, pré-secados e feno”, com Mikael Neumann, da Universidade Estadual do Centro-Oeste (Unicentro), do Paraná. Em seguida, a palestra sobre “Administração e planejamento da atividade leiteira” foi apresentada pelo assistente técnico regional e doutorando em Agroecossistemas (UFSC) da Emater/RS-Ascar, Vilmar Fruscalso. A terceira palestra tratou sobre os “Sistemas confinados de produção de leite”, pelo médico veterinário da empresa Tortuga, Van Riel. E no encerramento foi abordado o “Sistema pastoril de produção de leite”, por Wagner Beskow, da empresa Transpondo.

Participaram do Seminário o prefeito de Erechim, Luiz Francisco Schmidt, o presidente da Amau e prefeito de Jacutinga, Beto Bordin, presidente da Emater/RS, Clair Kuhn, o presidente do Câmara de Vereadores de Erechim, vereador Ale Dal Zotto, o presidente da ACCIE, Claudionor Mores, o gerente regional da Emater/RS-Ascar, Gilberto Tonello, o presidente da Sicredi Norte RS/SC, Adelar Parmegiani, o coordenador regional de Agricultura, José Mantovani, no ato representante o secretário estadual da Agricultura, Ernani Polo, o assistente técnico regional da Emater/RS-Ascar, Vilmar Fruscalso, e o chefe de gabinete da SDR (Secretaria de Desenvolvimento Rural e Cooperativismo), Osmar Redin, representando o secretário Tarcísio José Minetto.