Hanseníase

261

A hanseníase, conhecida também como lepra, é uma doença infecto-contagiosa causada por uma bactéria denominada Mycobacterium leprae. A hanseníase não é hereditária e sua evolução depende de características do sistema imunológico da pessoa que foi infectada. A doença costuma evoluir lentamente e pode levar até 20 anos para que sinais e sintomas da infecção sejam detectados. Normalmente o paciente sente sensação de formigamento, fisgadas ou dormência nas extremidades.

A doença atinge pele e nervos periféricos, podendo levar a sérias incapacidades físicas. O alto potencial incapacitante da hanseníase está diretamente relacionado ao poder imunogênico do M. leprae.

Os sintomas da hanseníase incluem:
– Sensação de formigamento
– Fisgadas ou dormência nas extremidades
– Manchas brancas ou avermelhadas na pele
– Perda da sensibilidade ao calor, frio, dor e tato
– Áreas da pele aparentemente normais que têm alteração da sensibilidade e da secreção de suor
– Nódulos e placas em qualquer local do corpo.

Se não for tratada, os sinais da hanseníase avançada podem incluir:
– Diminuição da força muscular (dificuldade para segurar objetos)
– Paralisia das mãos e pés
– Encurtamento dos dedos devido à lesão dos nervos que controlam os músculos
– Úlceras crônicas na sola dos pés
– Cegueira
– Perda de sobrancelhas
– Edema do nariz e orelhas (inchaço).

A hanseníase tem cura. A cura é mais fácil e rápida quanto mais precoce for o diagnóstico.