Assassino da menina Patrícia em Capo-Erê vai a Juri Popular

0
405

O homem que estuprou e matou a menina Patrícia Sosin de Oliveira, de 9 anos e enterrou o corpo em uma lavoura em Capo-Erê, distrito de Erechim, foi sentenciado a Juri Popular pelo juiz da 1ª Vara Criminal, Marcos Luis Agostini. O crime hediondo aconteceu no início do mês de fevereiro do ano passado e o assassino, Marcos Antônio da Rosa, o Micão, está preso.

O juiz diz em sua decisão que “o crime foi cometido por motivo torpe, pois o denunciado matou a vítima porque ‘sentiu vontade de matá-la naquele momento’, conforme declarou à autoridade policial, manifestando satisfação de um desejo sanguinário interior, executando o ato de maneira repulsiva e totalmente repugnante {…} O crime foi cometido por motivo fútil, insignificante e completamente desproporcional à natureza do crime praticado, pois o denunciado matou a vítima em razão de esta ter-lhe cobrado o pagamento de uma pequena dívida oriunda da compra de drogas havida entre o denunciado e o padrasto da vítima, conforme declarou o denunciado à autoridade policial”.

Na Sentença de Pronuncia, publicada no Diário da Justiça gaúcha nesta quarta-feira(23), não está definida a data em que o Juri será realizado. O criminoso, de 25 anos, vai ser julgado por crime de homicídio com várias agravantes.