Campanha de vacinação contra a febre aftosa segue até o final de maio

0
541

Começou no início do mês e segue até o dia 31 de maio,  a campanha de vacinação contra a febre aftosa no Estado do Rio Grande Sul. Nesta primeira etapa  a  vacinação é direcionada para bovinos e bubalinos de todas as idades. A segunda etapa da vacinação, neste ano de 2016, que ocorre no mês de novembro, atingirá bovinos e bubalinos com idades de até 24 meses.

Em entrevista ao programa Nova Manhã, da Rádio Aratiba, nesta sexta-feira(06), a médica veterinária Andréia Becker, responsável pela Inspetoria Veterinária de Aratiba, e que responde também por Itatiba do Sul e Barra do Rio Azul,  afirmou que,  o produtor que não vacinar pagará multa de R$ 1028,24 mais R$ 17,14 por animal não vacinado,  e será obrigado a vacinar todo o plantel.

O município de Aratiba  atualmente tem um plantel aproximado de 30 mil cabeças de bovinos, num total de 850 produtores. O governo do Estado doará vacinas para o produtores enquadrados no PRONAF, que apresentam  um plantel de até 10 cabeças.  Os beneficiados em Aratiba com  doses gratuitas de vacinas, serão 195 produtores, perfazendo um total de 1099 cabeças.  As  vacinas doadas pelo  Estado, são sobras da campanha de vacinação do ano passado, pois não houve aquisição de novas doses para 2016 por parte do governo Estadual, em decorrência da crise financeira que passa o Rio Grande do Sul, com isso, para a próxima etapa, em novembro, o Estado não irá doar vacinas para o produtores.

Segundo a médica veterinária, Andreia Becker, o Estado estuda a possibilidade de nos próximos anos tirar a vacinação, tornando-se assim, área livre de aftosa sem vacinação. Mas por enquanto, as campanhas seguem acontecendo no Rio Grande do Sul com duas etapas por ano, uma em maio e a outra em novembro.